Política

Joesley Batista chega da Ásia e presta depoimento sobre Lula e Dilma

 Pivô da maior crise política envolvendo o governo Temer, o empresário Joesley Batista está no Brasil desde o último domingo. Após fechar delação premiada, ele se refugiou na China. A informação foi antecipada pelo site da Coluna do Estadão. Em nota, a assessoria do dono da J&F confirmou que ele não estava em Nova York como se pensava. Seu único destino até então foi a Ásia.

Joesley cortou o cabelo curto para não ser reconhecido no retorno ao Brasil.

“Ele se ausentou do Brasil nos últimos dias para proteger a integridade de sua família, que sofreu reiteradas ameaças desde que ele se dispôs a colaborar com o Ministério Público”, diz o comunicado. Para complementar: “Joesley Batista estava na China – e não passeando na Quinta Avenida, em Nova York, ao contrário do que chegou a ser noticiado e caluniosamente dito até pelo presidente da República. Não revelou seu destino por razões de segurança. Viajou com autorização da Justiça brasileira”.

De acordo com o Estadão, em mais de um pronunciamento público,Temer aumentou o tom ao chamar Joesley de “falastrão” e provocou: “[Ele] prejudicou o Brasil, enganou os brasileiros e, agora, está no Estados”, mencionando passeios pela Quinta Avenida, a mais famosa de NY.

Na nota, a assessoria de Joesley diz ainda que ele esteve segunda-feira em Brasília, em reuniões, sem especificar. E ontem participou de reuniões de trabalho em São Paulo.

 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo