Política

Petistas acreditam que Lula vai parar de apoiar Dilma Rousseff

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pode deixar de apoiar o governo da presidente Dilma Rousseff (PT) caso o Tribunal de Contas da União barre as contas da administração – o que a cúpula do executivo já dá como certo, de acordo com a Folha de S. Paulo. Lula passou a fazer críticas públicas à política econômica deste segundo mandato. Na quinta-feira (10), Lula assustou a cúpula do Palácio do Planalto ao dizer, publicamente, que o ajuste fiscal promovido pela presidente significa corte de salário e emprego. "A economia não poderia funcionar [em sua administração] sem uma política de, primeiro, muita previsibilidade. Porque em economia não existe mágica, existe uma palavra chamada confiança e credibilidade. E se ela existir entre os governantes e os governados, tudo fica mais fácil”, disse ex-presidente. Ministros petistas avaliam que o governo se fragilizou muito nos últimos dias e está mais vulnerável, reagindo por espasmos. Até mesmo funcionários do Palácio do Planalto, militantes do PT nas últimas quatro eleições nacionais, não escondem insatisfação com Dilma.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo