Política

Ministério da Saúde diverge de proposta de governo de Dilma

A campanha à reeleição da presidente Dilma Rousseff (PT) promete expandir o programa Mais Médicos em um eventual 2º mandato, o que pode provocar a vinda de mais profissionais intercambistas. De acordo com a Folha, a promessa diverge do que informam os ministérios da Saúde e da Educação. Segundo as pastas, não há decisão para a abertura de mais vagas para o curso de medicina nem para o aumento do número de profissionais do programa, sejam eles brasileiros ou não. O Mais Médicos foi instituído sob forte bombardeio de entidades médicas e da oposição. Após ter conquistado o respaldo da população, é um dos trunfos da campanha da petista à sua reeleição. Hoje há mais de 14 mil médicos inscritos no programa, cerca de 80% cubanos. Segundo a lei que instituiu a ação, os profissionais podem atuar por três anos, prorrogáveis por igual período. A expansão consta das linhas gerais do programa de governo apresentado por Dilma. O documento não detalha como se daria a ampliação. Informações Bahia Notícias

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo