Política

Citado em matéria sobre doleiro e eleito para TCM, Negromonte diz que sofre ?massacre? da imprensa

Nomeado na noite desta quarta-feira (28) conselheiro do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), o deputado federal Mário Negromonte (PP-BA) afirmou, nesta quinta (29), que, se houvesse alguma “mancha” em sua carreira política, “jamais aceitaria” o cargo. Citado em reportagem da revista Veja sobre esquema de “pedágios” em contratos da Petrobras, o parlamentar é apontado como um dos frequentadores do escritório do doleiro Alberto Youssef, preso pela Polícia Federal na Operação Lava Jato. Em entrevista ao programa Acorda pra Vida da Rede Tudo FM 102,5, o pepista negou qualquer tipo de vínculo com o acusado e alegou ser vítima de um “massacre de parte da imprensa”.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo