Política

Candidato do PSOL ao Senado diz que PT ‘perdeu rumo da história’ desde 1ª derrota de Lula

Candidato pelo PSOL a vice-presidente da República em 2010 e postulante à prefeitura de Salvador em 2012, Hamilton Assis tentará uma vaga no Senado nas eleições de outubro. Para isso, aposta em sua origem social e etnia. “Ter uma pessoa oriunda das classes populares em um espaço historicamente reservado às elites já é uma novidade extraordinária. […] E a outra novidade é o fato de ser negro. Esse é um elemento que não podemos descartar no processo”, afirma. Em entrevista ao Bahia Notícias, o socialista lista as suas principais bandeiras – criação de um Congresso unicameral, financiamento público de campanha, legalização do aborto e de “algumas drogas”, entre outras. Favorável à política de cotas para negros em instituições de ensino, Hamilton diz ser contrário à redução da maioridade penal. “É a criminalização do jovem adolescente que não teve oportunidade de poder construir outra perspectiva de vida. Como educador, acredito que o investimento principal é na educação”, defende. Hamilton critica ainda o porcentual de recursos do Orçamento da União para pagamento dos juros e amortização da dívida pública. Ao falar sobre o PT, o candidato ao Senado diz que a legenda “perdeu o rumo da história” desde a primeira derrota eleitoral do ex-presidente Lula e afirma que o PSOL “resgata” as ideias de esquerda no debate político. Informações Bahia Notícias

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo