Política

CPMI da Petrobras será instalada na próxima semana

Como alguns partidos não fizeram a indicação dos membros para integrar a Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) da Petrobras, o presidente do Congresso Nacional, senador Renan Calheiros (PMDB-AL), anunciou que os trabalhos do colegiado só poderão ser iniciados na quarta-feira (28) da próxima semana, quando se esgotará o prazo para que ele faça as indicações. Por já ter 20 nomes indicados, a oposição queria instalar a CPMI nesta quarta (21), mas teve a iniciativa vetada por Renan. No último dia das cinco sessões ordinárias estabelecidas pelo regimento para que os partidos apresentassem seus representantes, a bancada do PT na Câmara e os blocos formados por PT, PMDB, PDT e PP do Senado não formalizaram seus indicados. Assim, caberá ao presidente do Congresso escolher os indicados em um prazo de três sessões, que se encerram na terça (27). Renan argumentou que bastava um partido não indicar os nomes para que a instalação fosse impedida e que não cabe a ele "atropelar direitos". O presidente do Congresso também indeferiu a questão de ordem feita pelo líder do PT no Senado, Humberto Costa (PE), sobre a sobreposição de comissões investigando o mesmo objeto. Assim, funcionarão concomitantemente as duas comissões: a exclusiva do Senado e a mista. Sobre a CPMI para investigar o cartel de trens em São Paulo, o peemedebista abriu o prazo de cinco sessões para os partidos indicarem seus representantes no colegiado. O PSDB da Câmara se antecipou e já indicou os deputados Mendes Thame (SP) e Bruno Araújo (PE). Informações Bahia Notícias 

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo