Política

Clima de greve da PM: ?espero que o governo não deixe acontecer?, diz Geddel

O pré-candidato da oposição ao Senado e presidente do PMDB na Bahia, Geddel Vieira Lima, demonstrrou na manhã desta terça-feira (15), que seu descontentamento por não ter sido escolhido como cabeça da chapa única das oposições pelo prefeito ACM Neto (DEM) já passou. “Trabalhei muito para isso. Em determinado momento até me foi feita a clara sinalização que poderia ser eu. Essa coisa não evoluiu positivamente. Foi um momento de muita reflexão, de ouvir pessoas, meu pai, amigos e sobretudo de pensar sobre a ótica de alguém que passou os últimos anos apontando para o governo do PT, dizendo que era um governo que não fazia bem à Bahia, que tinha deixado de lado áreas importante como segurança”, disse em entrevista à rádio Band News. Ainda na oportunidade, ele fez seus costumeiros disparos contra o governo de Jaques Wagner, e afirmou que o petista deixou a segurança de lado: “você está vendo ai uma ameaça de greve, greve anunciada. Coisas que podiam ser resolvidas com competência, com dinamismo, e acima de tudo com atitude, vai sendo deixando, e a Bahia vai vivendo uma perspectiva de greve, que eu espero que o governo não deixe acontecer”. Informações Bocão News

 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo