Política

Lewandowski interfere para transferir Marcos Valério, principal operador do Mensalão, de presídio

O presidente em exercício do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Ricardo Lewandowski, pediu na terça-feira (28) que o juízo da Vara de Execuções Criminais de Contagem (MG) informe se há vaga na Penitenciária Nelson Hungria, em Minas Gerais. O ofício encaminhado pelo ministro atende pedido do publicitário Marcos Valério, que pediu para ser transferido para o presídio na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Segundo a Agência Brasil, Valério está preso atualmente no Complexo Penitenciário da Papuda, no Distrito Federal, onde cumpre a pena por ter sido condenado na Ação Penal 470, o processo do mensalão. Apontado como o operador do esquema de corrupção, o publicitário foi condenado a 37 anos e cinco meses de prisão em regime fechado. A Procuradoria-Geral da República já havia se manifestado a favor da transferência de Valério para Minas Gerais, onde mora a família dele. No ofício de hoje, Lewandowski não estipula prazo para a resposta sobre a existência de vaga, mas pede que o juízo informe com urgência sobre a disponibilidade para a transferência. Informações Metro1

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo