Política

Brasil: O retrato de um povo revelado nas manifestações

Aos que reclamam da falta de foco. O problema de protestar no Brasil é que são tantas causas pertinentes, que se cada um dos milhares de manifestante segurasse um cartaz diferente, ainda assim sobrariam algumas centenas de motivos para reclamar. Mas isso significa que não podemos levantar todas essas bandeiras de uma vez? Claro que não! Precisamos continuar a luta até conseguir tudo e não devemos aceitar nada menos que isso.

Tarifa de ônibus, se eles dizem que é caro para o estado custear tudo, eu sei de onde podemos tirar essa verba, é só diminuir o salário dos políticos, quantos bilhões vamos economizar? E só com esse golpe resolveremos algumas de nossas queixas, além de que ladrão não vai se candidatar pra receber pouco, então de quebra ainda teremos políticos mais honestos. 

Não tem dinheiro pra investir em hospitais? Para de roubar, quantos milhões perdemos todos os anos com desvio de verba publica? Podemos ver isso em todas as esferas, municipais, estaduais e federais, vamos combatendo, a ideia não é ajudar o povo? A ideia não é tirar a população da miséria, Dona Dilma? Pois bem, para de passar a mão na cabecinha de ladrões engravatados como Renan Calheiros, Marco Feliciano e cia, bota essa galera pra fora, limpa a casa. 

Não tem dinheiro pra educação? E pra onde está indo todo o meu dinheiro? Os brasileiros pagam imposto sobre TUDO, como é possível que não sobre nada pra investir em educação? Vou dar uma dica, sabe essas noticias que encontramos todos os dias que falam de escolas com computadores acumulando poeira dentro de suas caixas por falta de espaço para instalação, reformas que demoram anos e alunos tendo que estudar nos corredores por isso? Então, faz escola fingindo que a FIFA ta fiscalizando, presta atenção nas minucias, não compra computador (superfaturado para desvio de verba) se não tem lugar pra colocar, antes disso, constrói o lugar, mas se liga, é mais importante construir a sala a tempo do começo das aulas do que o estádio a tempo do começo dos jogos.

Os problemas são muitos e as soluções estão ai, falta vontade, falta honestidade. O que sobra é a malandragem, os espertinhos, os egoístas. Sobra gente recebem alguns milhares de reais todos os meses pra criar projetos homofóbicos num país que já exclui suas minorias, sobra bala de borracha, bomba de gás lacrimogênio. Falta vergonha na cara desses que vivem de discurso. E não, não estou demonizando as lideranças atuais como se a oposição representasse o contrário disso, de forma alguma, a oposição faz parte da sujeira e está só esperando uma oportunidade para fazer o brasileiro de bobo. Chega disso, a internet é nossa arma, a rua é nosso palanque, façamos bom uso dela. Vamos a luta. O que queremos? QUEREMOS TUDO.

Queremos que a PEC 37 seja derrubada junto com seus idealizadores, não queremos que o ministério publico seja proibido de investigar ninguém, queremos o direito de investigarmos nós mesmos! E queremos investigar! Queremos derrubar toda essa corja que se esconde atrás de promessas e brincam de batata quente com a culpa de todos os problemas brasileiros. Queremos plebiscitos! Queremos opinar! A urna é uma arma, mas depois de eleito o politico não deve ter todo o poder, pois queremos garantir que ele vá cumprir o que prometeu para ganhar nosso voto! Temos que ir pra rua, temos que reclamar de tudo, temos que mudar tudo e não podemos nos acomodar com migalhas, o Brasil está acordado, falta agora concretizar essa luta e buscar resultados reais, a soma foi feita, mas precisamos lutar pelos resultados! 

NÃO SE ACOMODEM! Não façam vista grossa para nada, vivam seu protesto, sejam honestos. Não virem a cara para problemas pequenos de cidades pequenas, ouçam cada música no volume máximo, cada centavo tirado do seu bolso, cidadão, é importante. Vamos lutar e vamos lutar por tudo. O governo do povo é o povo que faz. Pesquisem, se informem, descubram as irregularidades locais, nacionais, estaduais e COBREM solução. CHEGA DESSA PALHAÇADA. Não vamos deixar essa chama apagar. Hoje, tenho orgulho de ser brasileiro, mas não quero de forma alguma admitir amanhã que foi tudo fogo de palha. Não vamos deixar isso acontecer, amigos. O poder é nosso.

Raphael Mota da Costa da Paz, um jovem de 19 anos, estudante de Direito.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo