Política

Alerj tem 16 deputados eleitos investigados ou condenados em crimes

Entre os 70 deputados estaduais eleitos pelo Rio de Janeiro, 16 são suspeitos, réus ou até condenados por crimes como corrupção, organização criminosa, compra de votos, falsidade ideológica e peculato. Os números foram levantados pelo portal G1. Entre eles estão Anderson Alexandre (Solidariedade), André Corrêa (DEM), Chiquinho da Mangueira (PSC), Luiz Martins (PDT), Marcos Abrahão (Avante) e Marcus Vinicius Neskau (PTB), todos presos. O primeiro é suspeito de organização criminosa e injúria. Os outros cinco teriam, segundo o Ministério Público, recebido propinas mensais para votar de acordo com o interesse do governo de Sérgio Cabral, esquema que ficou conhecido como "mensalinho da Alerj". Eles não foram empossados e caberá à Mesa Diretora da Casa decidir. Além dos nomes já citados, André Ceciliano (PT), Renato Cozzolino (PR), Chico Machado (PSD), Dr. Deodalto (DEM), Marcio Canella (MDB), Vandro Família (Solidariedade), Thiago Pampolha (PDT), Lucinha (PSDB), Rosenverg Reis (MDB) e Dr. Serginho (PSL) também são alvos de algum tipo de investigação. Todos negam irregularidades. Fonte: Notícias ao Minuto

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo