Política

Bolsonaro critica Dodge e diz que quilombolas não fazem nada

 

O deputado e pré-candidato à Presidência da República Jair Bolsonaro (PSL-RJ) criticou, em entrevista veiculada neste domingo (23), a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, que o denunciou ao STF (Supremo Tribunal Federal) sob acusação dos crime de racismo contra quilombolas, indígenas, refugiados, mulheres e LGBTs.Em entrevista ao apresentador José Luiz Datena, na TV Bandeirantes, Bolsonaro insinuou que a procuradora poderia ser contra a candidatura dele. O presidenciável se disse alvo de “pancadas” e que “esta semana foi um festival por conta do Ministério Público me acusando de racista”.“Ela acha muito e não encontra nada. Ela teria que, primeiro, dizer para nós por que ela entrou com uma ação no Supremo Tribunal Federal para acabar com o voto impresso. Ela confia no voto eletrônico ou ela faz parte do mecanismo, do sistema que interessa qualquer um se eleger em 2018, menos Jair Bolsonaro?”, indagou o deputado.Bolsonaro emendou com novas críticas aos quilombolas, afirmando que eles não fazem nada.“Quanto aos quilombolas, eu tenho imunidade total por quaisquer palavras, opiniões e votos. 

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo