Política

Muritiba: Presidente da Câmara baixa salários de vereadores e clima fica tenso na Casa Legislativa

Após a confirmação da redução dos subsídios por parte do presidente da Câmara de Vereadores de Muritiba, Josenilson Dias dos Santos Jó-PDT, os demais vereadores prometem acionar a Justiça para o retorno dos valores. Os edis que receberam os dois primeiros meses do ano R$ 6.000,00 seis mil reais passaram a receber este mês 5.00,00 (Cinco mil reais), um desconto de 1.000.00 ( mil reais) do salário de cada vereador. Segundo Jó, a Casa não sustenta o pagamento dos valores aprovados e por conta dessa situação foi obrigado a reduzir o teto. O presidente informou à Mídia Recôncavo, que o caso continuasse a pagar os seis mil reais, iria comprometer sua gestão na forma administrativa. Jó alegou, que a lei destaca que antes de reduzir os salários dos edis, poderia reduzir os dos servidores, mas não poderia cometer tal ato, contra pais e mães de família que recebem salário mínimo. Segundo Josenilson a melhor forma foi alterar o teto salários dos vereadores. Os edis prometem acionar a Justiça a fim de retornar os valores que estavam sendo pagos; seis mil reais (mês). Os vereadores destacaram a reportagem do Mídia Recôncavo, que os seus vencimentos também são utilizados na assistência a população, sendo que essa redução compromete os trabalhos. Alguns alegam que existem empréstimos bancários realizados, e receberam muito abaixo dos cinco mil reais, após a decisão da presidência. “Resta-nos esperar a decisão Judicial, após ser impetrado o mandato de segurança pelos edis.” Pontuou Josenilson Dias. Informações do Mídia Recôncavo

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo