Política

Maragojipe: Prefeita Vera da Saúde na mira do Ministério Público da Bahia

Nesta sexta-feira, 15, o Jornal da Metrópole divulgou mais uma matéria, dessa vez sobre a atuação do Ministério Público no caso denunciado pelo Jornal no dia 01 de março. O jornal coloca em letras garrafais "ACORDO INVESTIGADO" e continua dizendo que o MP pediu extinção de contrato entre prefeita de Maragojipe e escritório de filho de padrinho político.

Denunciada pelo Jornal da Metrópole de 1º/3, a prefeita de Maragojipe, Vera da Saúde, agora está sob a mira do Ministério Público do Estado (MP-BA), que investiga as irregularidades praticadas em sua gestão de apenas dois meses e 15 dias.

A prefeita é suspeita de improbidade administrativa por assinar contrato de 12 meses com dispensa de licitação no valor de R$ 216 mil com o escritório de advocacia Lomanto, Brito & Machado Neto. Responsável pela assessoria jurídica da prefeitura, o escritório tem como um dos sócios o advogado Targino Machado Pedreira Neto, filho do deputado Targino Machado, padrinho político da campanha da prefeita.

Após tomar conhecimento do caso, o MP encaminhou um documento de recomendação para o cancelamento imediato do contrato com o escritório de advocacia. Caso a prefeita insista em continuar vinculada ao Lomanto, Brito & Machado Neto advogados, o MP instaurará um inquérito civil e uma Ação Civil Pública (ACP).

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo