Polícia

Falsos curandeiros que enganavam idosos em Itaberaba são presos pela polícia do DF

Segundo as investigações, grupo convencia vítimas a entregar cartões e senhas bancárias

Ao menos seis suspeitos de crimes de estelionato e furto qualificado foram presos em Itaberaba, na Chapada Diamantina, por agentes da  Polícia Civil do Distrito Federal,  na última terça-feira (17). A investigação aponta que o grupo é formado por “falsos curandeiros”, que convenciam as vítimas a entregar cartões e senhas bancárias e ficavam com o dinheiro delas. A ação ocorreu no âmbito da operação “Falso Curandeiro”.

Ao todo, foram nove meses de investigação. De acordo com o delegado-chefe da 31ª DP, Fabrício Augusto Paiva, “a organização criminosa tinha como modo de agir a exploração da fé de idosos”.

“Oferecendo falsas curas, aproveitando-se da situação de vulnerabilidade para subtrair cartões e senhas das vítimas, obtendo valores de contas bancárias e empréstimos”, disse o investigador.

A organização criminosa também praticou os crimes em Planaltina (DF) e retornou à cidade baiana, com R$ 500 mil, em espécie, provenientes de golpes aplicados em São Paulo.

Entre os detidos na operação, seis pessoas foram presas em flagrante. Foram cumpridos, ainda, quatro mandados de prisão preventiva e outros dez de busca e apreensão.

Fonte: Metro1

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo