Polícia

Família de bióloga morta em acidente na BA envolvendo Liedson diz que processará ex-jogador por alta velocidade

 A família da bióloga Viviane Magalhães Andrade, de 33 anos, que morreu após o carro que dirigia ser atingido pelo veículo do ex-jogador Liedson, na BA-887, perto da cidade de Valença, na Bahia, deve entrar com um processo na Justiça contra o ex-atleta. Outra ação deve ser movida contra montadora do carro de Viviane, porque, segundo o advogado dos parentes da vítima, os airbags não foram acionados no momento do acidente. Viviane, que morava com os familiares no bairro da Boca do Rio, era a caçula de três irmãos. Ela dirigia o veículo no momento da batida. O marido dela, Daniel Porto Cabral, também estava no carro, mas sobreviveu. Ele ainda não chegou a ser ouvido pela polícia, por estar bastante abalado, assim como os demais familiares. "Todos os elementos colhidos com a outra vítima, que é o esposo de Viviane, levam a crer que houve uma ultrapassagem indevida com um excesso de velocidade por parte do jogador. E a perícia vai confirmar isso", destacou o advogado Diego Benevides. O inquérito que investiga o caso, realizado pela delegacia de Valença, deve ficar pronto em um prazo de 30 dias. Nesta terça-feira (25), será realizada a missa de sétimo dia da morte da bióloga.

Os familiares afirmaram que Viviane estava esperando o primeiro filho e aguardam que o laudo do Departamento de Polícia Técnica (DPT) confirme a gravidez. "Encontramos um teste de farmácia que ela fez e que deu resultado positivo. Ela já estava se preparando para engravidar", disse a prima da bióloga, Mariana Pinto. Muito abalado, o marido da vítima preferiu não falar sobre o acidente. Para os familiares, agora, restam apenas as lembranças. "Ela era uma pessoa doce, que gostava de beijar. Não tinha uma pessoa que ela não beijasse. Beijava todos, todos. De meu pai, que não é de muitos abraços, ela conseguia arrancar sorrisos e abraços", diz Larissa Andrade, irmã de Viviane.

Fonte: G1

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo