Polícia

Teixeira: Mulher é presa por manter fábrica clandestina de palmitos; marido está foragido

Uma mulher foi presa em flagrante nesta terça-feira (21) sob acusação de manter uma fábrica clandestina de palmito dentro de casa. O fato ocorreu em Teixeira de Freitas, extremo sul baiano. Segundo o G1, a mulher presa, de 39 anos e identificada como Silvane Silva Reis, atuava no esquema junto com o marido, Jorge Luiz Pereira Souxa, de 54 anos. O homem, que segue foragido, também é investigado por receptação de carne roubada. Conforme a Polícia, no imóvel em que o casal morava, no bairro Castelinho, foram encontrados potes de vidros sujos.Ao todo, foram apreendidos 136 recipientes de palmitos prontos para vendas, além de 30 kg de palmito natural. Ainda segundo a Polícia, a fábrica clandestina funcionava há 16 anos. O palmito usado era proveniente da palmeira Jussara, que tem a retirada proibida, e era cortado sem a utilização de máquinas, sem a higiene necessária. Os acusados colocavam rótulos de uma empresa de Minas Gerais. Presa, a mulher vai responder por corromper, adulterar, falsificar ou alterar substância ou produto alimentício destinado ao consumo, o que o torna prejudicial à saude das pessoas.Fonte: Bahia Noticias 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo