GeralNotíciaPolicial

Estudante que matou professora em ataque à escola de SP planejava ato há dois anos

O estudante prestou depoimento na tarde de quinta-feira e afirmou que sentia tristeza “há muitos anos”

O estudante que realizou o ataque em uma escola estadual de São Paulo, na última segunda-feira (27), contou à polícia que já planejava o ato há dois anos e se inspirou nos massacres de Massacre de Suzano, em 2019, e de Columbine, em 1999, nos Estados Unidos. O ataque deixou uma professora morta e quatro feridos.

O estudante prestou depoimento na tarde de quinta-feira e afirmou que sentia tristeza “há muitos anos”. De acordo com ele, a intenção era “se vingar” em busca de “acabar com toda a angústia que sentia”.

O estudante contou ainda que sofreu bullying, sendo chamado de “rato de esgoto” como forma de criticar a sua aparência física do adolescente. Na semana anterior ao ataque, o menino teria brigado com um colega e chamado-o de macaco, da Escola Estadual Thomázia Montoro.

Durante o depoimento, ele detalhou seu plano e explicou que tinha a intenção de “matar pessoas, aproximadamente umas duas, e depois se matar”.

Fonte: Metro 1

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo