NotíciaPolítica

Lula vai ao TSE contra Eduardo Bolsonaro e outros 67 por difundir painel que liga esquerda a PCC

Além da exclusão dos posts, a coligação pede que o filho do presidente e os demais apoiadores paguem uma multa de R$ 25 mil

A coligação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) acionou o deputado Eduardo Bolsonaro (PL-SP) e outros 67 apoiadores do presidente no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) por terem publicado nas redes sociais a foto de um painel instalado em Porto Alegre que associa a esquerda à facção PCC e ao aborto. As informações são do jornal Folha de S. Paulo.

Além da exclusão dos posts, a coligação pede que o filho do presidente e os demais apoiadores paguem uma multa de R$ 25 mil, sob a justificativa de que o conteúdo compartilhado era “sabidamente inverídico”.

Os advogados do petista alegam ainda que as publicações tinham a intenção de “influenciar os eleitores, por meio de uma ligação – errônea – de que partidos de esquerda, como os que compõem a coligação representante, fariam apologia ao aborto de forma indiscriminada e possuiriam ligações com o Primeiro Comando da Capital (PCC) e o narcotráfico”.

Fonte: Metro1

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo