NotíciaPolícia

PM precisou atirar para evitar furto de itens de Marília Mendonça no local do acidente

A Polícia Militar de Minas Gerais precisou agir para evitar que o avião envolvido no acidente que matou Marília Mendonça, fosse saqueado na madrugada do dia 6 de novembro, sábado.

De acordo com o g1, o agente Marcio Pereira da Silva deu tiros de bala de borracha contra quatro pessoas que tentavam furtar os pertences da aeronave.

Segundo o boletim de ocorrência, quatro pessoas desceram o morro com uma lanterna e seguiram em busca dos destroços do bimotor para encontrar os materiais das vítimas. Três policiais estavam fazendo a proteção da aeronave.

Trechos do documento divulgados pelo g1 afirmam que os suspeitos receberam ordem de parar, e os tiros só foram disparados após a negativa deles. 

Os pertences foram retirados no dia 6 de novembro, em meio ao velório de Marília. Segundo o advogado da cantora, Luiz Maurício, foi encontrado um caderno com letras inéditas da sertaneja, além dos celulares da cantora ainda recebendo mensagens.

Fonte: Bahia Notícias

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo