GeralNotícia

Bahia lidera investimentos em programa de inclusão digital do Novo PAC

No estado, 391 regiões terão cobertura 5G e 13.339 unidades escolares receberão infraestrutura de conexão com internet; o Nordeste concentra 36% dos investimentos

O Nordeste receberá o maior número de obras do eixo Inclusão Digital e Conectividade do Novo PAC, lançado em agosto pelo governo federal. A Bahia, por sua vez, lidera o ranking regional, em cobertura 4G e 5G, além do número de escolas conectadas com a internet e TV digital.

Segundo o Ministério das Comunicações, os nove estados nordestinos somam cerca de 50 mil escolas que serão conectadas, número que representa mais de 36% do total de 138 mil unidades educacionais contempladas com recursos do programa em todo o país.

“O Nordeste brasileiro, uma região historicamente vulnerável, não vai ficar para trás no Novo PAC. Vamos trabalhar para levar conectividade significativa a toda a população nordestina, impulsionando ainda mais o desenvolvimento de uma região que, como todos sabemos, é de extrema importância para o Brasil”, promete o ministro das Comunicações, Juscelino Filho.

A Bahia e o Maranhão lideram em número de escolas que receberão infraestrutura de conexão com a internet, com 13.339 e 10.417 unidades, respectivamente. Em seguida, aparecem na lista Pernambuco (5.937 escolas); Ceará (5.913); Paraíba (3.836); Piauí (3.778); Rio Grande do Norte (2.760); Alagoas (2.357); e Sergipe (1.616).

IMPLANTAÇÃO DO 5G – O Novo PAC prevê recursos para levar a cobertura 5G a 5.570 sedes municipais, sendo que 1.794 correspondem aos municípios nordestinos. Além disso, a quinta geração de dados móveis também vai chegar a 1,7 mil pequenas e isoladas localidades. Desse total, 1.148 – ou seja, mais de 67,5% – ficam no Nordeste.

Bahia e Maranhão, novamente, aparecem à frente em número de locais beneficiados: 391 regiões em território baiano e 301, em território maranhense, receberão o 5G.Também destacam-se Ceará (131 localidades), Pernambuco (99) e Alagoas (91). Em seguida, estão Sergipe (66), Rio Grande do Norte (65), Paraíba (64) e Piauí (40).

EXPANSÃO DO 4G – A expansão do sinal do 4G em 7.430 distritos, vilas e áreas rurais também está prevista no Novo PAC. Desse total, 3.096 (ou 41,6%) localizam-se no Nordeste. Destacam-se Bahia (921), Ceará (632) e Pernambuco (384), além de Rio Grande do Norte (251), Maranhão (199) e Alagoas (192). Por fim, há ainda Piauí (179), Paraíba (176) e Sergipe (162).

Com recursos do Novo PAC, o governo federal também vai expandir a cobertura 4G em 35.784 km de rodovias federais, sendo 11.577km (mais de 32%) na Região Nordeste. Bahia (4.523km) e Maranhão (2.131km) mais uma vez destacam-se, ao lado do Piauí (1.473km), do Ceará (1.257km) e de Pernambuco (935km). Completam a lista Rio Grande do Norte (575km), Paraíba (488km), Alagoas (118km) e Sergipe (77km).

Serão implantadas, ainda, redes fixas de fibra óptica (backhaul) em 530 sedes municipais, sendo 392 (73% do total) no Nordeste, com destaque para Piauí, onde serão implementadas 116 redes, e Paraíba, com 66 redes. Rio Grande do Norte e Bahia receberão 53 infraestruturas cada; seguidos pelo Maranhão (49), Pernambuco (31), Sergipe (12), Ceará (8) e Alagoas (4).

INFOVIAS – As infovias do programa Nordeste Conectado, com recursos do Novo PAC, vão beneficiar 20 municípios de cinco estados do Nordeste com Redes Metropolitanas para conectar 473 escolas urbanas, estaduais e municipais; 62 instituições de ensino superior e pesquisa; praças públicas; e redes de transporte de longa distância.

Bahia e Ceará têm, cada um, seis dos 20 municípios conectados; Pernambuco tem quatro; o Rio Grande do Norte tem dois; e Piauí e Parnaíba têm um município cada.

SERVIÇOS POSTAIS – Os recursos do Novo PAC serão destinados a modernizar e ampliar infraestrutura do parque logístico nacional. Serão construídos cinco novos centros de serviços postais, dos quais dois ficam localizados em São Luís (MA) e Fortaleza (CE). Além disso, serão adquiridos 10 novos sistemas automatizados de triagem, sendo dois deles em Jabotão dos Guararapes (PE) e em Salvador (BA).

TV DIGITAL – Municípios com baixa disponibilidade de canais de TV Digital também serão beneficiados com o Novo PAC: com recursos do programa, serão adquiridas e instaladas infraestruturas de transmissão digital (contêiner, torre e antena), para utilização por emissoras públicas. Das 250 infraestruturas previstas em todo o país, 115 (46% do total) serão localizadas no Nordeste. Bahia e Maranhão terão 20 obras cada; No Rio Grande do Norte, na Paraíba e no Piauí serão 15; em Sergipe e no Ceará, 10; e em Pernambuco e Alagoas, cinco.

Fonte:bahia.ba

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo