Negócios

Exportadores de commodities sustentam alta de 5,4% na B3 no ano

Grupo tem 13 das 84 empresas que compõem o Ibovespa e, sem ele, índice de referência teria queda de 1% no ano

As empresas produtoras de commodities – como petróleo, metais, carnes e grãos – estão literalmente sustentando a alta da bolsa de valores B3 no ano. Este grupo responde por 13 dos 84 papeis que compõem o Ibovespa, que acumula alta de 5,4% no ano. Sem as ações da área de commodities, o índice de referência registraria queda de 1% no ano, segundo Einar Rivero, da consultora Economática.

De um modo geral, os produtos têm registrado alta na cotação internacional por influência dos sinais de recuperação das economias dos Estados Unidos e da China em razão da vacinação contra a Covid-19. Os minérios de ferro e cobre bateram suas maiores cotações da história. Como grande parte da produção é exportada, o dólar acima de R$ 5 aumenta os lucros, impulsionando também o valor da ação.

Na B3, lideraram as altas no comparativo com o início de 2020 as ações da siderúrgica CSN (217%) e da petrolífera  PetroRio (175%). No lado oposto, a menor valorização entre as produtoras de commodities ocorreu com a JBS (17%). Os três únicos papeis deste grupo com queda foram os da Petrobras (-12,4%) e os dos frigoríficos Minerva (-19,8%) e BRF (-26,8%). 

Fonte: Exame

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo