Geral

Vigilantes privados entram em greve e paralisam bancos

Os vigilantes e seguranças privados do estado da Bahia entraram em greve nesta terça-feira (26). De acordo com informações do Sindicato dos Vigilantes da Bahia (Sindvigilantes-BA), o motivo para a paralisação é a falta de pagamento de algumas empresas de vigilância do adicional de periculosidade de 30%.


Em dezembro do ano passado, a presidente Dilma Rousseff sancionou a lei 12.740/2012, que estende o adicional de 30% de periculosidade aos vigilantes e seguranças privados, devido ao risco de roubos ou outras espécies de violência física.



Vigilantes fazem menifestação pacífica em frente ao Banco do Brasil de Cruz das Almas

Com isso, um dos setores mais afetados com a paralisação, as agências bancárias, suspenderam o atendimento.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo