Geral

Justiça proíbe SBT e Veja de entrevistar homem que esfaqueou Bolsonaro

O Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF3) proibiu que Adélio Bispo de Oliveira, responsável por esfaquear o então candidato à presidência da República Jair Bolsonaro (PSL), em setembro de 2018, ainda durante a campanha eleitoral, de conceder entrevista à revista Veja e ao SBT enquanto estiver preso provisoriamente. As informações foram divulgadas pelo site Jota. De acordo com a reportagem, a Justiça entendeu que Adélio Bispo tem mitigada a sua liberdade de expressão enquanto estiver preso provisoriamente.

Em junho deste ano, o juiz Bruno Savino, da 3ª Vara Federal de Juiz de Fora (MG), expediu a sentença de Adélio Bispo, e converteu a prisão preventiva em internação por tempo indeterminado. Pela decisão, o agressor deverá permanecer no presídio de Campo Grande (MS).

Na sentença, o magistrado aplicou a figura jurídica da "absolvição imprópria", na qual uma pessoa não pode ser condenada. No caso de Adélio, ficou constatado que ele é inimputável, ou seja, não pode ser punido por ter doença mental.

 

Fonte: Metro1

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo