Geral

Maragojipe: Comunidade que produz licor de inhame vira atrativo para o São João do Recôncavo

O município de Maragojipe é o maior produtor de inhame do Estado. Na comunidade do Batatan, há 23 km da sede, a produção é bastante acentuada. A lavoura de inhame produzida na localidade é comercializada também fora da Bahia, sendo levada para Rondônia, Pernambuco, Sergipe e Alagoas. Que o inhame é uma ótima opção no café da manhã, todos já sabem. Mas o produto agora faz parte também das comidas e bebidas típicas das festas juninas.



Bartolomeu Santana, produtor da localidade, produz o licor de inhame. Segundo ele, a receita secreta ainda está em fase experimental. “Estou aprimorando o produto porque vou patenteá-lo”, declara.



O sabor do licor é suave, assim como o suco do produto também. Além disso, o bolo de inhame tem uma ótima aparência e sabor delicioso. Do produto também pode ser feito cuscuz, empanada e panqueca.



De acordo com Bartolomeu, existem 21 variedades da raiz, porém o mais comercializado é o inhame da corte. Segundo o produtor, o que muda é o preço do produto, mas o sabor é o mesmo e as iguarias podem ser feitas com qualquer tipo.

O grupo Samba de Enxada fez uma apresentação para incrementar ainda mais a exposição dos produtos. O grupo, que tem 21 integrantes no total, é do povoado do Batatan e já se apresentou, entre outros lugares, no Campo Grande, em Salvador.



A TVE foi até a localidade para conferir as iguarias feitas com o inhame. A equipe da emissora produziu uma reportagem para mostrar a cultura singular da agricultura familiar da região.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo