Geral

Compositores de Mary Poppins dizem que trilha vai despertar nostalgia

ANIELLE BRANT- A babá mais mágica de Londres está de volta. Duas décadas após restaurar a união da família Banks, Mary Poppins desce em uma pipa dos céus londrinos para ajudar os agora adultos Michael e Jane -as crianças do primeiro filme. No papel principal, sai a aclamada Julie Andrews -de "A Noviça Rebelde"- e entra a também britânica Emily Blunt. A comparação é inevitável, mas os fãs devem lembrar que não se trata de um remake do clássico de 1964, e sim de uma sequência da história. O filme estreia no dia 20 de dezembro. Agora, a família Banks enfrenta a morte da mulher de Michael, que se vê às voltas com a criação de seus três filhos: Annabel, John e Georgie. Resultado: caos total, para desespero da empregada Ellen. Jane, irmã de Michael, tenta ajudar os quatro. Assim como seu próprio pai no primeiro filme, Michael tem dificuldade de se conectar com os filhos. É nesse contexto que Mary reaparece.  Mais que os personagens que remetem ao filme de 1964, a trilha sonora de "Mary Poppins – O Retorno" é que tem o desafio de encantar novas gerações e despertar a nostalgia dos adultos que cresceram embalados pela primeira produção da Disney. Os responsáveis pelas novas canções foram Marc Shaiman e Scott Wittman, que escreveu as letras do novo musical. Ambos são fãs declarados do primeiro filme, conforme ficou evidente em evento realizado no Grammy Museum, no final de novembro, em Los Angeles. Eles participaram de uma conversa de uma hora e 20 minutos com Scott Goldman, diretor artístico do museu.  Shaiman conta que, ao saber que seriam responsáveis pelas músicas da sequência, ambos se trancaram durante três meses em um hotel para conversar sobre como comporiam as letras.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo