Geral

Zé Gotinha é resgatado diante de baixa adesão para vacinação

A dificuldade de cumprir metas de vacinação de sarampo e pólio trouxe à tona um personagem que andava meio sumido: o Zé Gotinha. Segundo a Folha de S. Paulo, no momento em que a imunização oral contra a pólio entrou no centro da campanha, o boneco em formato de gota virou presença certa em campanhas de mídia e mobilizações de estados e municípios. “Não dá para abrir mão, ele faz muito sucesso com as crianças”, diz Helena Sato, diretora de imunização da Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo. Para ela, o sucesso do Zé Gotinha está no fato de as mães associarem o personagem ao dia da vacina e a uma coisa boa — não a injeções e doenças, por exemplo. Fonte: Metro 1 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo