Geral

Maragojipe: Depois de 3 anos preso na PRF, veículo da Prefeitura retorna ao município

Segundo Boletim de Ocorrência da Polícia Rodoviária Federal (PRF), o veículo foi apreendido em 28 de maio de 2010, no Posto da BR-324, porque estava sem o Tacógrafo. O equipamento, obrigatório, é um dispositivo instalado em veículos para monitorar o tempo de uso, a distância percorrida e a velocidade. Sua utilização no Brasil se deve através da Lei 9503 de 23 de setembro de 1997, que instituiu o Código de Trânsito Brasileiro. Fazer revisão de dois em dois anos, com a comprovação de lacre e selagem do mesmo, obtendo junto um certificado é obrigatório por lei. O meio de transporte, que atendia o Tratamento Fora do Domicílio (TFD), ficou abandonado por quase três anos no pátio da PRF, prejudicando diretamente os pacientes que utilizavam o serviço. Por conta da falta de vistoria, houve a apreensão, e consequentemente, prejuízos no atendimento que o veículo oferecia. Através do emplacamento, efetuado no dia 02 de abril deste ano, o carro foi retirado na última quarta-feira (17).

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo