Geral

Após escândalos, Academia Sueca decide não entregar prêmio Nobel de Literatura em 2018

 

Após um escândalo sexual envolvendo membros da Academia Sueca, a instituição decidiu não conceder o prêmio Nobel de Literatura este ano, adiando as entregas para 2019. O anúncio foi feito através de um comunicado oficial da Fundação Nobel, nesta sexta-feira (4). “Em princípio, o Prêmio Nobel deve ser concedido todos os anos, mas as decisões sobre os Prêmios Nobel foram adiadas em diversas ocasiões durante a história. Uma das circunstâncias que pode justificar uma exceção é quando surge uma situação séria em uma instituição, que faça uma decisão de prêmio não ser reconhecida como credível”, diz a nota, referindo-se à crise que motivou a saída de diversos membros da Academia. A renúncia dos associados se deu por conta de um escândalo sexual envolvendo Jean-Claude Arnault. Ele, que foi acusado de abusar de pelo menos 18 mulheres, é casado com a poeta Katarina Frostenson, que é membro da academia. O casal dirige em conjunto um clube cultural privado chamado Fórum, que recebia verbas da Academia. “A crise na Academia Sueca afetou negativamente o Prêmio Nobel. A decisão [de adiar a premiação] ressalta a gravidade da situação e ajudará a salvaguardar a reputação de longo prazo do Prêmio Nobel. Nada disso impacta a concessão dos Prêmios Nobel de 2018 em outras categorias de prêmios”, informou a Fundação Nobel, acrescentando supor que a partir de agora a Academia “irá colocar todos os seus esforços na tarefa de restaurar a sua credibilidade como uma instituição premiada” e que também irá “reportar as ações concretas que serão realizadas” para resolver o caso. Adiamentos da premiação só aconteceram sete vezes ao longo da história, sempre por conta de guerras. Fonte : Bahia Noticia

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo