Geral

Muritiba: ‘Prefeito Danilo de Babão está me perseguindo,’ denuncia radialista

O radialista Genilton Bitencourt disse que vem sofrendo perseguição do prefeito de Muritiba, Danilo de Babão. Conforme o radialista, ele adquiriu um box comercial na gestão do ex prefeito Roque Isquem e passou para sua filha, mãe de duas crianças para ela trabalhar e criar os bebês. Porém, Genilton informa que desde quando o prefeito Danilo de Babão tomou posse vem perseguindo ele e sua filha. Genilton relata que vem tentando pagar as mensalidades do box mas que a prefeitura, a pedido de Danilo, está impedindo de quitar o carnê anual. O radialista disse que já tentou protocolar um pedido do carnê na prefeitura, mas não foi aceito e que por recomendação da sua advogada fez esse protocolo pelos Correios via AR (Aviso de Recebimento), mas, da mesma forma a prefeitura não liberou o carnê. Nesta terça-feira, 13/03, Genilton Bitencourt no período da tarde passou em frente ao box de sua propriedade e de sua filha, foi quando ele se deparou com um preposto da prefeitura levantando uma parede, fechando de forma definitiva a porta do estabelecimento. "Estava passando por aqui para ir ao trabalho e de repente vejo um pedreiro da prefeitura levantando uma parede na porta do box. Foi quando me desesperei pedi licença ao pedreiro e tirei os blocos que já estavam quase fechando a porta do estabelecimento. Esse box é uma concessão do Município e me foi passado na gestão do ex-prefeito Roque Isquem e desde que Danilo tomou posse vem tentando a todo custo tomar da minha mão e da minha filha, inclusive eles fizeram um documento pra ela assinar passando o box para a prefeitura outra vez, quando percebemos o que se tratava no documento, ela não assinou. Prestei serviço ao ex-prefeito, porque sou um profissional da comunicação, da mesma forma que se o Prefeito me contratasse trabalharia pra ele também e por ter trabalhado pra Roque estou sofrendo esta perseguição do atual prefeito Danilo de Babão," finaliza Genilton. O radialista informa que já está tomando as medidas judiciais cabíveis junto à sua advogada contra esta perseguição que vem trazendo prejuízos a sua família e a da sua filha, pois, segundoele ainda não conseguiu desenvolver o comércio deles, por causa dessa situação. Fonte : Diário da Noticia 

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo