Geral

Cachoeira: Município mantém tradição de queima de Judas

A população de Cachoeira, no Recôncavo baiano, mantém viva há mais de 60 anos a tradição religiosa da Semana Santa de queimar o Judas. O evento, que acontece no sábado de Aleluia, 30, e no domingo de Páscoa, 31, será realizado em diversos bairros da cidade histórica do recôncavo baiano. Entre eles, um que se destaca na comemoração é o bairro dos Currais Velho.

As atividades são realizadas com o apoio da prefeitura através da secretaria municipal de Cultura e Turismo. No município são oito queimas de Judas, além do Currais Velho, acontece no bairro do Caquende, e em seis localidades da zona rural.

Além da queima do Judas, a comunidade poderá se divertir, a partir das 20h de sábado, com as bandas Coração Xonado, New Gueto, Muvuca, Godi, DJ Samir Suzart e Arte Interior. Na madrugada de domingo acontece a queima de Judas com a leitura do testamento. A brincadeira seria uma maneira de os católicos se vingarem da traição de Judas contra o filho de Deus, Jesus. Antes de o boneco ‘morrer’ enforcado, como o traidorbíblico, tem que apanhar e ser bastante xingado.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo