Geral

Vocalista trans da Banda Uó denuncia abordagem em aeroporto

A vocalista da Banda Uó, Candy Mel, acusou policiais do sexo masculino do Aeroporto do Galeão de abordagem desrespeitosa neste último domingo (4), em vídeos publicados nas stories do Instagram. Mulher trans, a artista afirmou que a o procedimento foi “muito violento” e que foi “tratada como criminosa”. Como forma de protesto – e para evitar que fosse levada para uma “cabine” – Candy disse ter retirado e camisa, e ficado com os “seis de fora”. Com a atitude, os agentes “rapidamente” resolveram a situação. No Twitter, o deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ) defendeu a cantora em seu perfil oficial, e disse que Mel foi “detida” por causa de uma “atitude transfóbica”. Ele citou a aprovação do Supremo Tribunal Federal (STF), que garantiu nesta semana que pessoas trans renovem seus documentos, e disse que “é vergonhoso que Mel seja submetida a uma situação vexatória” como a abordagem. Candy falou que “o preconceito começa” com a escolha para quem é solicitado documento de identificação: “não estavam pedindo RG de ninguém, pediram o meu exclusivamente”. Ela ainda teria sido alvo de funcionárias (“mulheres cis”) que fizeram “chacota” com a situação. Fonte: Bahia.ba

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo