Geral

Semana Santa nas águas salgadas e doces da Baía de Todos-os-Santos e Rio Paraguaçu

Guardar o carro, esquecer a lei seca, reunir a família e alguns amigos e sair para navegar entre a Baía de Todos-os-Santos e o Rio Paraguaçu é uma das sugestões para o feriadão da Semana Santa na Bahia. O passeio, a bordo de uma charmosa escuna transformada em pousada, tem como destino a Rota do Paraguaçu e passa por lugares como Salinas da Margarida, Maragojipe e Itaparica.

Durante três dias, o turista poderá conhecer a cultura do Recôncavo Baiano, ter contato com a cultura de pescadores e mestres de saveiro, a culinária regional, as festas locais e os restaurantes de quituteiras tradicionais das cidades às margens do rio e à beira da baía.

“A Rota do Paraguaçu é a joia da coroa”, enfatiza Antônio Garcia, idealizador do charmoso Schooner Resort, inspirado em passeios similares feito nos gulets (escunas) turcos. A embarcação, que inicia os passeios no Saveiro Clube, na Ribeira, foi construída em Camamu e lançada ao mar em 2009. O conceito adotado pelo resort do mar é comum no Mediterrâneo, Caribe, Polinésia e Costa Leste dos Estados Unidos. Na Bahia, é utilizado pela primeira vez.

Garcia explica que a Baía de Todos-os-Santos é privilegiada em relação aos destinos internacionais. “O Mediterrâneo é turisticamente explorado de maio a setembro. Aqui, a navegação pode acontecer o ano inteiro e a temperatura da água é espetacular. Quando está frio, fica em torno dos 20 graus, temos muito calor. Se há um lugar predestinado a esse tipo de turismo, é a baía da Bahia”, comemora.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo