Esportes

Bahia 1 x 1 Vitória Conquista: Outra decepção

 Depois do atraso do último Domingo, o Esporte Clube Bahia, agora sob o comando do técnico Joel Santana, voltou ao Estádio de Fonte Nova e não mostrou nada diferente contra o Vitória da Conquista, em relação ao que foi visto no jogo-tragédia na inauguração do Estádio ou com uma boa dose de boa vontade: pequenas melhoras a partir do segundo tempo, mas nada que permita qualquer entusiasmo ou que deslumbre alguma perspectiva positiva em curto prazo. 

O primeiro tempo, mesmo com a marcação de dois gols, foi uma partida sonolenta e feia de ser assistida, com o Bahia mostrando as velhas deficiências, o argentino Paulo Rosales, novamente fazendo de conta que de fato existe, enquanto jogador produtivo, a zaga falhando como sempre e o conjunto apático como antes. 

 O Vitória da Conquista jogou de igual para igual, sem medo ou receio, abriu o placar através do zagueiro Silvio, aproveitando-se de falha de Titi, no entanto, acabou levando o empate, com Obina marcando de cabeça aos 33 minutos, seu quarto gol com a camisa tricolor. 


No segundo tempo, Joel Santana tirou Neto, alvo das vaias da torcida tricolor, descolocou Diones para lateral-direita para Toró estrear com a camisa do Bahia em Salvador, no meio de campo e nada mudou, mudou sim, quanto Zé Roberto entrou substituindo Souza, novamente lesionado, outra vez apagado. 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo