Esportes

Bellintani afirma que processo de fabricação dos próprios uniformes do Bahia está adiantado

Durante a campanha para a Presidência do Bahia, Guilherme Bellintani falou bastante sobre a possibilidade do clube passar a fabricar os seus próprios materiais esportivos. Esse assunto voltou à pauta após o encontro “Repensando o Bahia”, que foi realizado na última terça-feira (27) com a presença de muitos sócios do Esquadrão. Em entrevista à Rádio Metrópole, nesta sexta-feira (2), o mandatário tricolor afirmou que a possibilidade da fabricação própria está bastante adiantada. “Não é exatamente fabricar. A gente não vai ter costureira e fábrica no Fazendão. A gente quer conceituar uniformes para substituir os atuais, como o da Umbro. Não está fechado, mas está muito adiantado”. Bellintani ainda explicou um pouco mais como vai funcionar a logística dessa fabricação."No caso do Bahia, temos contrato com uma empresa que representa a Umbro. Mas ela, como as outras, não possuem fábrica. O Bahia vai tentar fazer isso: o contrato com uma fábrica, que fabrica outros uniformes. Ao invés de pôr a marca da Umbro no peito, colocaremos a nossa marca do mesmo jeito. Apenas o dinheiro que a gente manda para uma marca tradicional a gente traz e aumenta os nossos royalties”, esclareceu. O presidente também explicou que a fabricação própria, dentre outros objetivos, pretende combater a pirataria. “Com a gestão da marca própria, a gente sai de uma camisa para três camisas próprias. A gente mantém a de 299 e lança outras duas mais baratas, justamente para combater a pirataria”. Fonte : Bocão News

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo