Esportes

Contra o Flu de Feira, Guto usará a quarta escalação diferente

No início da temporada o discurso era o mesmo do ano passado. “No primeiro momento, utilizamos o máximo de jogadores que tivemos à disposição (…). Com os jogadores tendo que recuperar seu ritmo, e com ele jogando a cada três dias. De que maneira fazemos isso? Não tem outra maneira que não seja o rodízio. Vai depender muito do que temos em mão para formular o rodízio. Tudo isso é um processo, e esse processo vem sendo planejado, mas na medida que se divulguem questões de elenco, aí você pode analisar melhor”. Essas palavras são do técnico Guto Ferreira, em sua apresentação após retornar ao Bahia em 2018, quando questionado sobre o calendário ainda mais apertado que enfrentaria em ano de Copa do Mundo. Como esperado, a opção pelo rodízio de jogadores se mostrou novamente uma alternativa para suportar a sequência de partidas em curto espaço de tempo. O tricolor tem entrado em campo a cada três dias. Neste sábado (27), contra o Fluminense de Feira, às 17h, em Pituaçu, o Bahia terá a quarta escalação diferente em quatro jogos. No entanto, se comparado ao que foi feito no ano passado, o número de jogadores utilizados tem sido menor.FONTE: Correio

 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo