Entretenimento

Gatolista Pipoca: Pulgas e carrapatos em felinos; entenda a diferença, prevenção e cuidados

E aí, Humas? Tudo certinho? Rapaz, quando eu digo que a vida de felino não é fácil, vocês ficam achando que é baratino meu. Não é, véi. É muita onda que acontece pra apertar nossa mente. 

Essa semana vocês acreditam que começou uma caçadeira no meu irmão Manchinha? Até ele, que é a calmaria em felino, ficou estressado.  Coça pra lá, coça pra cá, quando foi ver, era pulga. 

Pense numa sacaninha pequeninha, mas perturbada que só ela. Eu pensava que essas coisas só rolava com gatos em situação de rua, com vulnerabilidade social, sakow?  Mas, quem disse? 

Rhum… Onda braba, as minhas humanas ficaram retadas quando descobriram que o mano tava pulguento. Correram pra ligar pra Dr. José Eduardo Ungar, médico-veterinário e presidente da Comissão de Saúde Pública do CRMV-BA, que explicou tudo sobre o assunto.  Ele disse que nós pegamos pulgas em contato com ambiente ou animais infestados, e que os FELINDOS domésticos também podem ter. 

Ele, inclusive explicou a diferença entre pulgas e carrapatos. Disse que os dois são parasitas externos (ectoparasitas), hematófagos ( sugadores de sangue).Enquanto pulgas saltam por todo corpo e estão mais ativas a noite, carrapatos ficam fixos na pele e pouco se deslocam. Porém, ambos podem infestar ambientes, reproduzindo e formando novas gerações de parasitas. 

O barril é que no ato de sugar o sangue, transmitem várias doença com nomes difíceis, como a Erlichiose, babesiose e anaplasmose (carrapatos) e haemobartonela, hepatozon, etc (pulgas). Eles podem causar alergias pelas picadas, sendo as pulgas, mais comuns. Segundo o doutor, carrapatos, normalmente, não são problemas para a gente. 

Para evitar BO com esses empestiados, o ideal é manter o ambiente limpo e usar repelente e preventivos mensalmente, que existem em spot on (coloca no pescoço), spray ou comprimidos.
É importante ficar atento porque na lambedura, a gente pode ingerir pulgas e adquirir uma tênia chamada Diphylidium, que é uma verme tristonha, que causa perda de peso,
mal-estar generalizado, coceira e irritação no bumbum, etc. Resumindo: é a treva! 

Então, é isso. Fiquem ligados nessa questão, viu? É sério, e se rolou aqui em casa (verdade seja dita, minhas humanas são chatas, mas cuidam direitinho da gente) pode acontecer com qualquer um. E o negócio é brabo, desejo pra ninguém. 

Tô indo nessa. 

Lambidinhas de amor. 😻

* Pipoca é colunista do BNews Pet e escreve todas as segundas-feiras com dicas, informações e curiosidades sobre o mundo dos gatos. 

Fonte: Bnews

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo