Cotidiano

Deputado quer proibir o uso de aparelhos eletrônicos não pedagógicos em sala de aula

O deputado estadual Sidelvan Nóbrega (PRB) quer proibir o uso de aparelhos celulares e equipamentos eletrônicos para fins não pedagógicos em sala de aula. O parlamentar se baseia numa pesquisa que diz que o aluno que usa celular em sala de aula tem atraso de 70% no rendimento escolar. Embora o projeto, publicado no Diário Oficial do Estado de segunda-feira (3), traga o termo "proibição", Nóbrega prefere chamar de "regulamentação"."Não estamos proibindo de usar, estamos apenas regulamentando o uso na sala que não seja pro aprendizado", explicou, em entrevista ao Bahia Notícias. De acordo com o projeto, os aparelhos só será permitido o uso dos celulares ou similares no horário da aula se para fins pedagógicos – o que seria orientado pelo próprio professor. Apesar da proposta, o deputado admite que o projeto não vai "resolver 100%" a questão. "Isso é maneira de dar incentivo maior para que o aluno venha prestar mais atenção naquilo que está sendo ensinado em sala de aula. Seria uma forma de contribuir para que o rendimento do aluno possa ser maior e o aprendizado dele também", acrescentou. Bahia Notícias

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo