Cotidiano

Relatório aponta 38% dos serviços de alimentação no país com padrão ideal

Apenas 38% dos estabelecimentos de alimentação do país têm padrão considerado ideal. A pesquisa da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) incluiu todas as cidades-sede da Copa, exceto Salvador. Os dados divulgados nesta quinta-feira (5) foram referentes a 1.921 serviços de alimentação em 26 cidades. Ainda na pesquisa, entre todos os serviços, 41% foram classificados na categoria B, 15% na categoria C e 6% como pendentes. Em relação aos serviços de alimentação em 11 dos 12 aeroportos das cidades-sede (com Salvador e sem Manaus), 53% foram classificados na categoria A, 39% na categoria B, e 6% na categoria C. Dois por cento foram qualificados como pendentes. Entre os itens analisados estavam controle de tempo e temperatura de alimentos, higiene e prevenção de contaminação. Segundo a gerente-geral de Alimentos da Anvisa, Denise Resende, os números da edição são melhores do que os índices divulgados anteriormente. Em comparação ao total de serviços de alimentação avaliados nos dois ciclos, 49% melhoraram, 40% se mantiveram no mesmo patamar e 11% pioraram. As inspeções foram realizadas pelas vigilâncias locais, com o apoio da Anvisa. As cidades participantes definiram os estabelecimentos que participaram de acordo com critérios locais, como rotas turísticas, circuitos gastronômicos e áreas de lazer. Informações Agência Brasil

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo