Cotidiano

Ministro da Saúde aprova restrição à publicidade de cerveja

Depois que foi permitido o consumo de álcool e a publicidade de cerveja nos estádios do Brasil, conforme exigência da Fifa para a realização da Copa do Mundo de Futebol, o ministro da Saúde, Arthur Chioro, afirmou que é favorável a uma maior regulamentação das propagandas de cerveja. Chioro, que participa da Assembleia Mundial da Saúde em Genebra, na Suíça, disse que vai apoiar propostas de prevenção em relação ao consumo. Uma das formas de prevenir seria limitar horários de publicidade de cervejas. Atualmente, a restrição se refere a bebidas com maior grau de álcool, o que deixa a cerveja fora das limitações. De acordo com o Estadão, o Brasil proíbe o consumo de bebidas nos estádios, mas, como um dos patrocinadores da Fifa é uma marca de cerveja (Budweiser), o governo foi obrigado a rever a lei durante o torneio. A marca estrangeira é uma das maiores financiadoras da Fifa e tem como garantia da entidade que apenas os produtos dela serão vendidos nos 64 jogos da Copa. Uma pesquisa da Organização Mundial da Saúde (OMS) apontou que o consumo de álcool no Brasil supera a média mundial com taxas superiores a mais de 140 países. Segundo a OMS, foram registradas 3,3 milhões de mortes no mundo em 2012 (5,9% do total) devido ao consumo excessivo do álcool. O volume é superior a todas as vítimas de aids e tuberculose. Informações Bahia Notícias

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo