Cotidiano

Aplicativo para celular permite que cidadão identifique pessoa procurada pela Justiça

Um aplicativo gratuito de celular irá permitir que o cidadão identifique pessoas procuradas pela Justiça. Lançado nesta quinta-feira (24) pelo Ministério da Justiça, o novo módulo do aplicativo Sinesp Cidadão permite a consulta a um cadastro nacional de 352 mil mandados de prisão. Caso o usuário identificar alguém nesta situação, a polícia deve ser acionada para que a ordem judicial de prisão seja cumprida. Para utilizar o aplicativo, basta digitar dados como nome completo ou número de algum documento de identificação, entre eles identidade, CPF, título de eleitor, carteira de trabalho e passaporte. Se um registro de mandado de prisão for localizado, outros dados são disponibilizados por órgãos do Poder Judiciário. Para evitar possíveis confusões com nomes iguais ou semelhantes, é possível checar outros dados, como nome da mãe ou data de nascimento. O módulo está disponível para Android e, em dez dias, estará disponível para Apple. Um aplicativo semelhante também foi lançado recentemente pelo Ministério da Justiça. O Checkplaca verifica se um veículo é furtado ou roubado através do número da placa e a informação do modelo. Se algo irregular for detectado, o sistema avisa e dá a opção de o usuário ligar, sem ter que se identificar, para a polícia, que manda uma equipe ao local para verificar a situação. Informações Metro1

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo