Cotidiano

Congresso dá a Obama 60 dias para atacar Síria

Os líderes do Comitê de Relações Exteriores do senado dos Estados Unidos chegaram a um acordo nesta terça-feira (3) e lançaram uma proposta que autoriza ataques militares contra a Síria, com algumas restrições à proposta da Casa Branca. A proposta, elaborada por líderes democratas e republicanos do comitê, estabelece um limite de 60 dias para os Estados Unidos atacarem a Síria, com autorização para o governo prolongar a intervenção por 30 dias caso o presidente norte-americano, Barack Obama, considere a postergação necessária para cumprir os objetivos da proposta. A proposta, que deve ser votada nesta quarta (4) pelo Comitê de Relações Exteriores do senado, também proíbe o uso de forças terrestres dos EUA na Síria "para efeitos de operações de combate." Se for aprovada, Obama teria apoio para atacar a Síria em função dos ataques com armas químicas promovidas pelo regime sírio contra os civis do país. De acordo com a proposta, Obama seria obrigado a apresentar ao Congresso uma estratégia para trazer uma solução na Síria, incluindo uma revisão da política atual. O Senado pode votar na proposta na semana que vem. Na Câmara dos Deputados, Chris Van Hollen e Gerry Connolly circulam com uma carta que pede apoio para limitar a duração de qualquer ataque militar em 60 dias.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo