Policial | Mídia Recôncavo - Com Anderson Bella

Warning: include(topo.php) [function.include]: failed to open stream: No such file or directory in /home/midiareconcavo/www/policial.php on line 110

Warning: include(topo.php) [function.include]: failed to open stream: No such file or directory in /home/midiareconcavo/www/policial.php on line 110

Warning: include() [function.include]: Failed opening 'topo.php' for inclusion (include_path='.:/usr/local/lib/php') in /home/midiareconcavo/www/policial.php on line 110
Entrevista com o Ex-Prefeito de Governador Mangabeira, Antonio Pimentel
VT Prefeitura de Muritiba: Mais de 250 famílias recebem água no Pernambuco
Não tenho dúvidas de que vamos vencer as eleições em 2014
  Disse Rui Costa, durante solenidade para indicação do seu nome como candidato do PT à sucessão estadual.  
Coluna de
Coluna de
Coluna de
Coluna de
Coluna de
Policial

 Uma paralisação nacional dos agentes penitenciários está programada para a próxima quarta-feira (15) pela Federação Sindical Nacional dos Servidores Penitenciários (Fenaspen). A classe exige a aprovação da PEC 308/04, que cria a Polícia Penal no âmbito da união, dos estados e do Distrito Federal. De acordo com a Fenaspen, a proposta de Emenda Constitucional tramita há mais de uma década na câmara dos deputados, porém, ainda não tem previsão para votação da matéria, a qual foi a diretriz mais votada por diversos segmentos sociais quando ocorreu a conferência nacional de segurança pública em 2009. A entidade considera como uma das medidas que devem ser adotadas prioritariamente para solucionar problemas relacionados à insegurança existente nas unidades prisionais, com reflexos na segurança social.

O Sindicato dos Servidores Penitenciários do Estado da Bahia (Sinspeb) irá aderir à paralisação. Segundo o coordenador geral da Sinspeb e diretor da Fenaspen, Reivon Pimentel, na Bahia a criação da Polícia Penal refletirá na melhoria do trabalho dos agentes e também para a sociedade. Atualmente 1530 agentes penitenciários atuam no sistema baiano.

“A segurança armada nas unidades prisionais é a Polícia Militar, com quase 2 mil no Batalhão de Guarda. Eles fazem a escolta e custódia, segurança de muralhas, guaritas, ou seja, a vigilância perimetral fica a cargo da PM. Com a Polícia Penal, o efetivo do Batalhão de Guarda da PM poderá estar nas ruas novamente reforçando a segurança da população e cumprido seu papel constitucional, que é o policiamento ostensivo”, destaca.

 

Reivon ainda explica quais serão as atribuições do Policial Penal, caso a PEC 308/04 seja aprovada. “O policial penal fará a segurança de todas as unidades prisionais, bem como a fiscalização perimetral, que é a guarda das guaritas e muralhas em todas as unidades prisionais. Outra incumbência do policial penal seria a realização de escoltas e custódias. Tanto de escoltas médicas, quanto as escoltas judicias, audiências, até a busca e recaptura de presos foragidos do sistema penitenciário. Para a população seria um ganho enorme”, avalia.

O sindicalista também comentou a interpretação do governo federal sobre a PEC 308/04. “O Governo Federal tem a ideia de que a PEC iria onerar os estados, mas é um engano, pois a criação seria a partir do quadro já existente. O que ocorreria seria somente uma mudança de nomenclatura e a inserção da classe no artigo 144 da Constituição Federal, que torna agentes penitenciários como membros do sistema de segurança pública”, defende Pimentel.

 

O diretor da classe ainda exemplifica com uma das ocorrências mais recorrentes dentro do sistema prisional. “Com o poder de polícia de fato e de direito, vamos poder prender em flagrante ou após investigação, aquelas pessoas que comentem crime dentro do sistema penal e aqueles que estão fora, mas que seus atos refletem no sistema. Um exemplo são as visitas que ingressam ou tentam ingressar portando ilícitos como drogas, armas e aparelhos eletrônicos. Atualmente, quando a gente dá um flagrante é preciso que a gente leve para uma delegacia. Como Polícia Penal, já apresentaria o flagranteado em uma audiência de custódia”, comenta.

 

 

Reivon desta que a expectativa da classe é de que a PEC 308/04 será aprovada. “Estamos há 12 anos só negociando, no canto da conversa, mas agora vamos para enfrentamento. E esse enfrentamento vai chamar atenção da sociedade e das autoridades para a necessidade de criação da polícia penal”, afirma.

 

A paralisação na Bahia: Segundo o coordenador da Sinspeb e diretor da Fenaspen, a partir do primeiro minuto do dia 15 os presos só serão assistidos em suas necessidades básicas, a exemplo de alimentação, fornecimento de medicação de uso contínuo, atendimento médico de emergência e cumprimento de alvará de soltura. Todos os outros atendimentos estarão suspensos por 24 horas inclusive o banho de sol.

 Um grupo com cerca de dez homens armados atacou três estabelecimentos utilizando explosivos na cidade de Caetanos, sudoeste baiano, durante a madrugada deste sábado (11). Segundo informações da Polícia Militar, os alvos da ação foram um posto bancário do Bradesco, uma agência dos Correios e o cofre de um supermercado.

A invasão à cidade aconteceu por volta de 2h da madrugada e durou de aproximadamente 40 minutos. De acordo com relatos de populares, os criminosos chegaram a Caetanos utilizando dois carros - entre eles uma caminhonete, e estavam armados com fuzis.

Durante a ação, detalha a PM, eles disparavam tiros para o alto e alguns homens ficavam rodando a cidade com a intenção de evitar uma reação policial. Ninguém ficou ferido. Os criminosos conseguiram fugir. Até a manhã deste sábado, ninguém tinha sido preso.

 Uma polêmica tem colocado o deputado federal pelo Rio de Janeiro, Chico Alencar (Psol), no centro de um debate. O parlamentar beijou a mão do senador Aécio Neves (PSDB), em evento na casa do jornalista Ricardo Noblat. 

 
“A rigor, eu não deveria ter ido ao jantar. Poderia ter ido, dado um abraço nele por meio século de jornalismo e indo embora. Depois, percebendo que era uma reunião da corte de Brasília, não deveria ter me dado a certas ironias”, justificou, em vídeo. 
 
Alencar afirma ter “errado”, mas diz que “tropeço é pra a gente levantar a poeira e dar a volta por cima”. “Essa caminhada vai continuar. Não é uma, duas horas de uma noite que vai coibir uma vida de luta contra os podres poderes”, afirma. 
 
O deputado reconhece que conversou com o  tucano, mas disse que “jamais serei do partido de bem dele”. “Até porque a concepção de bem dele está mais voltada para bens e não para o bem comum. Tanto que defende a volta do financiamento empresarial, e isso pontuou a nossa conversa educada, mas profundamente discordante naquela noite”, alega.
 
Durante o jantar, Chico e Aécio haviam trocado um amistoso dedo de prosa sobre a Lava Jato e suas consequências. Abespinhado por ter sido levado às manchetes como protagonista de pedido de socorro monetário à Odebrecht que resultou em repasses no caixa dois para campanhas tucanas , Aécio dissera a Chico coisas assim: ''Um cara que ganhou dinheiro na Petrobras não pode ser considerado a mesma coisa que aquele que ganhou cem pratas para se eleger".
 
Entre risos, Aécio sugeriu: ''Vamos fazer um partido, eu e você? O partido do bem. […] Nós não podemos nos matar mutuamente, a saída não vai ser por aí.” E Chico: “Nem nos proteger. Sem sentar e conversar não tem solução. Enquanto isso, a população está achando que somos o cocô do cavalo do bandido. Temos que fazer um novo pacto nacional.” Ao final da conversa, Chico e Aécio se abraçaram. Por mal dos pecados, o deputado do PSOL beijou a mão do interlocutor . E soltou um despretensioso “você é do bem.” Com isso, ateou fogo à sua lista de seguidores na internet.

 A 3ª Vara Cível da Seção Judiciária do Maranhão, que faz parte do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, condenou o estado do Maranhão a indenizar a família de cada um dos 64 presos mortos no sistema prisional entre janeiro de 2013 e janeiro de 2014. O valor estipulado pelo juiz Clodomir Sebastião Reis para os danos morais ficou em R$ 100 mil.

Nesse período abarcado pela decisão aconteceram os massacres que levaram a penitenciária de Pedrinhas a ficar conhecida em todo o Brasil. Após conflitos entre facções rivais, presos foram mortos e decapitados, tudo registrado em vídeos que circularam pela internet.
 

 

Na ação, que foi proposta pela seccional local da Ordem dos Advogados do Brasil, Sebastião Reis negou indenização por danos morais coletivos à sociedade maranhense. Porém, além de conceder a indenização para os familiares dos presos assassinados, determinou que o Estado pague os honorários de sucumbência do caso. No caso, foram estipulados R$ 5 mil para a OAB-MA e a mesma quantia para o Conselho Federal da Ordem.

 Dois jovens foram detidos por volta das 20h de quinta-feira (9) em um ponto de ônibus em frente à Igreja Universal, na Avenida ACM, na região do Shopping da Bahia. Segundo informações da Polícia Militar, uma guarnição da Operação Gêmeos fazia rondas na área quando percebeu Luan Ressurreição Alvarenga, de 20 anos, e o adolescente de iniciais T.E.O, 17, em "atitudes suspeitas".

 
Ao abordar a dupla, os policiais militares encontraram um simulacro de pistola, um pino de cocaína e um cachimbo, que seria utilizado para consumo de crack.
 
Segundo os PMs, a dupla confessou que a arma era utilizada para praticar assaltos a ônibus. Os suspeitos foram conduzidos à Delegacia do Adolescente Infrator (DAI) e à Central de Flagrantes.
  
Canela - Outra ocorrência foi registrada por volta das 20h30, no Vale do Canela. Dois jovens que não tiveram as identidades divulgadas foram presos em flagrante enquanto realizavam um assalto a um coletivo. Segundo a PM, foram encontrados sete aparelhos celulares com a dupla, que também estava armada com um sumulacro de pistola.

 Um músico de Canavieiras, sul da Bahia, foi achado morto na manhã de terça-feira (7), dentro do carro dele, nas margens da BA-001. Emerson Alcântara Rocha, de 38 anos, estava desaparecido há três dias antes de ser localizado. O carro dele foi encontrado destruído.

A polícia acredita que ele tenha sofrido um acidente perto de Canavieiras, mas ainda não há informações sobre as circunstâncias da possível colisão. O corpo deverá ser enterrado nesta quarta-feira (8).

Emerson foi cantor na banda Axé Pop, da cidade de Eunápolis, também no sul da bahia, durante 5 anos, e atualmente trabalhava como monitor de esporte e lazer em um hotel.

 Ao longo dos anos, o público feminino tem lutado para superar os obstáculos do machismo e alcançar conquistas expressivas no Brasil e no mundo. Na Polícia Militar da Bahia, uma instituição tradicional formada na maioria por homens, a situação se afirma, com o empoderamento latente e a presença feminina confirmada em cargos de gestão. Das doze Bases Comunitárias de Segurança (BCS) de Salvador e região metropolitana (RMS), sete são comandadas por mulheres com menos de quarenta anos.  

 
Aos 31, a capitã Camila Soledade é uma das profissionais que dedicam a vida à PM-BA. Com um equilíbrio de ternura e pulso firme, comanda um efetivo de 65 homens e quatro mulheres em atividades de prevenção e combate à violência. A militar afirma que nunca permitiu que o machismo afetasse sua vida pessoal e nem profissional.
 
“O machismo tenta travar a mulher onde ela não quer ficar. Tive uma educação que me permitiu quebrar as amarras do machismo muito cedo. Sei que posso ir onde eu desejar. Hoje sou mãe e também capitã de polícia. Sempre quis as duas coisas e aqui estou”, destaca a comandante da BCS Rio Sena.
 
O estilo de gestão da capitã inspira outros militares da BCS. O tenente Felipe Gomes é um dos subordinados que destaca a admiração pelo trabalho da comandante. “Ela sabe dosar. É sutil da forma de agir, mas sabe ser dura quando precisa. Sempre aprendo muito com ela no dia-a-dia”, afirma Gomes.   
 
No Dia Internacional da Mulher, o trabalho da capitã Sheila Barbosa também é celebrado. A militar tem feito história à frente da BCS Santa Cruz, em Salvador. Com efetivo de 60 policiais, Sheila lidera ações de policiamento comunitário no bairro. “Consegui impor respeito com muito diálogo. Tem muita gente carente morando aqui no bairro e que precisa de assistência. Além da garantia da segurança, tentamos dar à comunidade o que ela carece: teatro, cinema, idas ao estádio, entre outras atividades de inclusão social e cultural”, explica.
 
As tenentes Carla Sousa, Carla Elis e Naila Menezes e as capitãs Eva Cachoeira e Aline Muniz comandam as BCS de Fazenda Coutos, Uruguai, Itinga, Chapada do Rio Vermelho e Calabar respectivamente. Elas se destacam no exercício da atividade policial, contribuindo para a redução da criminalidade nos locais em que trabalham. 
 
“O lugar da mulher é onde ela deseja estar. Não existe diferença de desempenho por gênero. Não existe nenhum obstáculo quando se tem coragem para enfrentar as dificuldades em busca do sonho”, destaca a tenente Carla Souza, comandante da BCS Fazenda Coutos.

 Dois adolescentes foram vítimas de uma tentativa de homicídio na cidade de Muritiba, há 130km de Salvador. Os jovens foram surpreendidos por homens armados no início da noite último sábado (04) que chegaram numa moto não identificada atirando contra as vítimas de 15 e 16 anos, mas os tiros só atingiram um deles de iniciais T. S. S. o outro conseguiu fugir pulando um muro (leia aqui).Todavia após investigações da Polícia Civil chegou até o jovem que escapou do atentando e durante o interrogatório confessou que realizava assaltos na cidade, e que além de roubos a transeuntes eles assaltaram a empresa de jogo Paratodos, levando todo dinheiro dos caixas. Segundo o adolescente, eles utilizaram o dinheiro para curtir o Carnaval e os celulares roubados venderam para outros jovens em Salvador. O adolescente foi ouvido e liberado, mas o processo encaminhado ao Poder Judiciário. O segundo acusado encontra-se internado e será ouvido pela Polícia após liberação médica. A Polícia ainda não tem informações de quem tentou assassinar os jovens.

Fonte :Voz da Bahia

 Três pessoas foram presas e 4kg de cocaína pura foram apreendidas durante uma operação da Polícia Civil em Piatã, nesta segunda-feira (6). A droga tem pureza de 99% e é conhecida como nine-nine e está avaliada em R$ 70 mil. Ela estava escondida em uma parede falsa, na casa do traficante Cleiton Francis Martins Kuchle, 29 anos.

 

                                                                    Droga escondida em parede (Foto: Divulgação/ PC)

Segundo a polícia, a operação visava desarticular uma quadrilha que age nos bairros de Pau da Lima, Sete de Abril, Castelo Branco e Valéria. Quando os investigadores estiveram no imóvel perceberam que o gesso havia sido colocado há pouco tempo e ao forçarem o local encontraram uma balança e as drogas. A quantia de R$ 2 mil também foi apreendida durante a operação do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco).

No momento da apreensão do material foram presos também Adriana Paranhos Oliveira, 37, e Alexsandro Rocha dos Santos, 40. Os dois têm mandados de prisão preventiva em aberto. A mulher é tia de Cleiton e era a responsável pelo armazenamento, enquanto Alexsandro cuidava do transporte da droga.

Ainda de acordo com a polícia, Cleiton admitiu que comprou cada quilo de cocaína por R$ 17 mil e que pretendia revendê-la por algo em torno de R$ 70 mil. O suspeito contou aos investigadores também que faturava até R$ 40 mil por mês com o tráfico e que era responsável em fazer as entregas para os clientes, num serviço semelhante ao de delivery.


Os policiais cumpriram vinte mandados de busca e apreensão nos bairros da Liberdade, Castelo Branco e Piatã. Segundo a polícia, o líder do é Rogério Reis dos Santos, o Pretinho. Ele e os comparsas ainda estão sendo procurados.  

O condomínio onde houve a prisão e a apreensão das drogas, nesta segunda, não teve o nome divulgado. A nine-nine foi encaminhada para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) e os presos para o sistema prisional.

Quem tiver informações sobre o paradeiro de Pretinho pode ajudar a polícia através do Disque Denúncia, no telefone (071) 3235-0000 para a capital e Região Metropolitana ou 181 para quem estiver no interior do estado. O sigilo é garantido. 

 

 

 O professor de boxe de 32 anos morreu, na manhã desta segunda-feira, 6, em Cruz das Almas. Daniel de Jesus Oliveira, morador da Tabela, chegou ser socorrido por um amigo e encaminhado para a Unidade de Pronto Atendimento - UPA, mas acabou morrendo horas depois, com complicações em seu estado de saúde.

 
De acordo com informações, o professor apresentava um quadro de hipoglicemia (quando a taxa de glicose no sangue é muito baixa) e mesmo depois de receber medicação intravenosa, prescrita pelo médico plantonista, ele não resistiu. 
 
A morte repentina do professor pegou todos de surpresa, e reacendeu a necessidade urgente de cuidados com a saúde. Amigos e familiares lamentaram o ocorrido através da redes sociais. “Ele era muito querido. Não consigo acreditar”, postou um seguidor, no Facebook. O corpo foi removido para o IML de SAJ, e através da autópsia será possível identificar as causas da morte.
 
Fonte:ForteNaNotícia.
Publicidade
Duda Macedo, Jorge França e o Ovo
simone escreveu para planejar concursos
"Bom dia, gostaria de uma justificativa da empresa pois, estou tentando a horas realizar minha inscrição no concurso e até o momento não obtive êxito, o que está ocorrendo com o site. Agradeço desde de já."
curioso, Governador Manga escreveu para Anderson Bella
" Anderson em nossa cidade a coisa pegou fogo na escolha do presidente da câmara a situação esperava uma coisa e foi outra dai a edil da situação baixou o nível como é peculiar da parte dela afinal é filha da prefeita e acha q todos tem q obedecer a ela mas quebrou a cara . tomara as coisas comecem a mudar em nossa cidade pq parece q n temos governantes. obrigado "
Fã Mangabeira FM 87.9 escreveu para Anderson Bella
"Anderson quando tu vai voltar a fazer seu programa comando geral estou esperando abraço "
Clélia Rita escreveu para Anderson Bellla
"Ola meu querido amigo quanto tempo em... vc sumiu mas graças a Deus já estou vendo o mídia recôncavo quero aproveitar o espaço para desejar a sua linda filha Iris muitos anos de vida e saúde, que ela seja um exemplo de pessoa como vc e Maria e que o amor de vcs seja a maior riqueza na vida dela d~e muitos beijinhos nela por mim, um abraço "
escreveu para Anderson Bella
"Anderson estou muito triste com tu por que nem uma palavra de despedida tu deu não falou mas na rádio seus ouvintes estão todos triste com tu."
Paty ,centro escreveu para Anderon Bella
" Que pena tu não fazer mas o comando geral Anderson, espero que tu volte a fazer quem sabe um outro poque estamos com muita saudade de tu "
Mary escreveu para Anderson Bella
"Anderson Bella tu não vai mas fazer seu programa e a gente tá muito triste quem sabe um dia tu vote "
jhones escreveu para o recomcavo
"amo minha terra e todo esse povo bonito !! parabens a todos !!! "
Paty ,centro escreveu para Anderson Bella
" Anderson hoje não teve o seu programa comando geral Meire não vai fazer mas e agora tu vem ou não estamos querendo saber porque tu é nosso radialista n 1 nossas tarde vai ficar sem graça pq Meire também é ótima dá um jeito e volta logo. "
Ana Paula escreveu para Anderson Bella
"Anderson voce esqueceu seus amigos que te ouvi no comando geral nos estamos sentindo sua falta quando voce vai volta manda um alô para seu ouvites um abraço tá "