Policial | Mídia Recôncavo - Com Anderson Bella

Warning: include(topo.php) [function.include]: failed to open stream: No such file or directory in /home/midiareconcavo/www/policial.php on line 110

Warning: include(topo.php) [function.include]: failed to open stream: No such file or directory in /home/midiareconcavo/www/policial.php on line 110

Warning: include() [function.include]: Failed opening 'topo.php' for inclusion (include_path='.:/usr/local/lib/php') in /home/midiareconcavo/www/policial.php on line 110
Entrevista com o Ex-Prefeito de Governador Mangabeira, Antonio Pimentel
VT - Moderna Gestão e Assessoria
\"A vida precisa ser comparada sempre a uma roda gigante, uma hora por cima, outra por baixo\"
  Disse Desconhecido  
Coluna de
Coluna de
Coluna de
Coluna de
Coluna de
Policial

 Luiz Ricardo Costa dos Santos, de 23 anos, e Matheus Nossa Lamego da Silva, 24, foram presos, na quinta-feira (17), depois que policiais do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco) encontraram 143 pinos de cocaína com a dupla. Segundo a Polícia Civil, a droga, uma caixa registradora e um giroflex foram apreendidos na casa da avó de Matheus, localizada na Liberdade, na capital baiana.

De acordo com o delegado José Mario Mota, titular em exercício da Coordenação de Narcóticos do Draco, após receber uma denúncia anônima, os investigadores se dirigiram até o lava-jato onde a dupla trabalhava. Luiz estava com dois pinos no momento da abordagem e Matheus fugiu ao avistar os policiais, escondendo-se na casa da avó. Perseguido, foi encontrado no local o resto do material apreendido.

 

A droga apreendida foi encaminhada para perícia no Departamento de Polícia Técnica (DPT).

 A Polícia Civil anunciou nesta quinta-feira (17/8) a prisão de Anderson Limeira Santos, conhecido como “Dedeco”. De acordo com o titular da 28ª Delegacia Territorial (DT), Deraldo Damasceno, o criminoso é responsável por pelo menos três homicídios na região do bairro do Nordeste de Amaralina, em Salvador.

Na lista dos crimes cometidos por Anderson estão a morte do vigilante Gilmar Maia Costa, de 38 anos. Ele passava pelo Vale das Pedrinhas no dia 15 de julho quando foi executado à queima roupa. Exatos dois meses antes antes, a vítima impediu um assalto no supermercado Extra, localizado na Avenida Vasco da Gama.

A Polícia Civil pontuou ainda que as mortes de um homem conhecido como “Velho da Ponte” e de uma mulher, de prenome Jéssica, estão na lista de Anderson. O suspeito foi localizado na quarta-feira (16/8) por policiais da 40ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM) na Chapada do Rio Vermelho.

 

Anderson foi flagrado com um revólver calibre 32, municiado com seis cartuchos intactos, nove pinos de cocaína, cinco “balinhas” de maconha e a quantia de R$ 650, proveniente da venda do entorpecente. A prisão dele foi comunicada ao Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

 

 

 

 Quatro traficantes foram presos, num motel, com meio quilo de cocaína com pureza de até 99 por cento, conhecida como nine-nine, nesta quinta-feira (17), por equipes da Delegacia de Tóxicos e Entorpecentes (DTE), de Vitória da Conquista. A unidade é subordinada ao Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco). Juracy Vicente Morais, de 36 anos, Thamara Rocha Silva, 21, Luciana de Souza Raimundo, 26, e Maria de Jesus Santos, 28, foram flagrados preparando a droga para comercialização. Com a quadrilha, também foram apreendidos 500 gramas de maconha, um veículo Astra, uma balança de precisão, a quantia de R$ 300 e embalagens para acondicionar entorpecentes.

De acordo com o delegado Neuberto Costa, titular da DTE/Vitória da Conquista, o local era usado pela quadrilha para preparar a droga antes de ser comercializada. "Eles usam o motel porque não chama tanto a atenção e podem refinar a droga, misturando bicarbonato na cocaína para render e gerar mais lucro", explicou Neuberto. Apontado como gerente do tráfico em vários bairros da cidade, Juracy é irmão do ex-presidiário e traficante Juarez Vicente Morais, o Neguinho, foragido da Justiça. Autuados por tráfico de drogas, os criminosos foram encaminhados ao sistema prisional. Juracy e Thamara, que já têm passagem pelo mesmo crime, estavam em liberdade provisória e prisão domiciliar, respectivamente, concedidas pela justiça. O material apreendido já seguiu para a perícia no Departamento de Polícia Técnica (DPT).

 

 A Polícia Civil da Bahia confirmou nesta quinta-feira (17) a prisão do traficante Marcelo Santos Sarruf, investigado pelo assalto ao Banco Central, em 2005, em Fortaleza. Marcelo foi preso na cidade de Santa Maria da Vitória, no Extremo-Oeste baiano, no bairro de Macambira. As informações são da Agência Brasil.

 Segundo a Polícia Civil, foi preso também o comparsa do traficante Jair Ribeiro da Silva com quem foram encontrados dez quilos de maconha e comprovantes de depósitos bancários, que atestam a movimentação bancária dos envolvidos. A dupla foi encontrada após uma investigação da 26ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior, com sede em Santa Maria da Vitória. Os agentes apreenderam os materiais durante o cumprimento de mandados de busca e apreensão, em parceria com a Polícia Militar.

 A Polícia informou, ainda, que Marcelo já havia cumprido pena na Penitenciária Federal de Catanduvas, no Paraná. Com a última prisão, os dois foram encaminhados para o sistema prisional de Barreiras, também no Oeste do estado, onde ficarão à disposição da justiça. A droga encontrada com a dupla foi encaminhada para o Departamento de Polícia Técnica, para perícia.

 

 

 Uma jovem de 18 anos foi morta a tiros na manhã de domingo (13) em Teixeira de Freitas, no extemo-sul da Bahia. De acordo com a polícia, o crime aconteceu por volta das 5h50, no bairro Nova Teixeira.

Tayara Santos Monteiro foi alvejada na cabeça e chegou a ser socorrida para o hospital municipal, mas morreu a caminho da unidade de saúde.

Segundo informações apuradas pela Polícia Civil, a vítima e o companheiro, Israel Amorim de Castro, 23, haviam participado de um baile funk antes de irem para casa e ocorrer o crime.

Ainda segundo a polícia, Israel, que já tem passagem por tráfico de drogas, é o principal suspeito de praticar o assassinato. Ele está foragido.

As circunstâncias que motivaram o crime são desconhecidas e serão investigadas pela Polícia Civil.

Conforme informações do Teixeira News, Israel teria ameaçado de morte os pais da vítima e a própria companheira durante uma separação recente do casal, além de ameaçar a jovem caso não reatasse o relacionamento.

Duas mulheres, de 28 e 41 anos, foram presas suspeitas de atearem fogo em um homem, na cidade de Feira de Santana, distante cerca de 100 km de Salvador. Segundo a polícia, o crime aconteceu na madrugada deste domingo (13/8).

Ainda de acordo com a polícia, a vítima, de 46 anos, teve queimaduras graves pelo corpo e foi socorrida pelo Samu para o Hospital Geral Cleriston Andrade (HGCA). Não há detalhes do estado de saúde do rapaz.

Conforme a polícia, o crime aconteceu em uma casa na Rua Papa João XXIII, no bairro Chácara de São Cosme. A mulher de 41 anos tinha um relacionamento amoroso com a vítima e confessou o crime, informou a polícia. Ela e uma amiga, que teria sido comparsa dela na ação, foram presas após denúncias, quando estavam prestes a fugir da cidade. Ainda não há informações do que motivou o crime. O caso será investigado pela Polícia Civil.

 

Fonte: Berimbau Notícias

 Por volta das 19h30 de domingo (13) foi assassinado com cerca de oito tiros, Wilton de Sena Matias, 20 anos, que morava na Rua Águia, no bairro Papagaio, em Feira de Santana.

O crime aconteceu próximo ao Condomínio Viva Mais Avenida, no mesmo bairro, quando homens não identificados que estavam em um veículo se aproximaram e efetuaram os disparos. Wilton foi baleado na barriga, costas, nádegas, coxa esquerda, tórax e antebraço esquerdo.

A Guarnição Sertão 23, da Polícia Militar, isolou o local do crime e realizou diligências em busca de suspeitos, mas ninguém foi preso. Em pesquisa realizada no portal da Secretaria de Segurança Pública (SSP) não consta passagens da vítima em delegacias.

 

 

 A Polícia Civil baiana investiga um esquema de pirâmide financeira em nova plataforma: aplicativos. O Tips Clube, fundado por Isaac Albuquerque, e o D9 Empreendimentos, de Danilo Santana, prometiam dinheiro fácil com lucros de até 30% ao mês com apostas em campeonatos de futebol.

Uma reportagem veiculada no programa Fantástico, da Rede Globo, neste domingo (13), mostrou que o esquema foi criado na cidade de Itabuna, no sul baiano, e se expandiu pela região. Os donos tinham líderes que recrutavam pessoas, e estas atraíam familiares para a base da pirâmide. Há relatos de pessoas que investiram valores como R$ 10 mil e 70 mil na esperança de ter os lucros prometidos.

Os apostadores acompanhavam o crescimento do saldo na conta virtual, mas começaram a perceber que não poderiam sacar os valores. Segundo delegado de Polícia Civil, Humberto Matos, o saldo mostrado nas contas não real. "Era um dinheiro fictício, virtual", disse.

Os donos dos aplicativos, Danilo e Isaac, segundo a polícia, vieram da antiga TelexFree, criaram os aplicativos e ficaram milionários. Os empresários não foram encontrados. As sedes das duas empresas estão fechadas.

 A parceria entre Polícia Federal e Ministério Público Federal na Operação Lava Jato, em Curitiba, entrou no seu momento mais crítico. O esvaziamento da equipe policial que iniciou as apurações do caso de corrupção na Petrobras e os desentendimentos sobre acordos de delação premiada afastaram os dois principais polos do grupo de investigação, que reúne PF, MPF e Receita Federal. Desde o início do ano, reuniões entre delegados e procuradores para discutir a investigação, que eram feitas com frequência - ora semanais, ora quinzenais -, não ocorrem mais. O fim do grupo de trabalho da Lava Jato na PF, anunciado em julho, e a chegada de um novo delegado para coordenar os trabalhos também agravaram os desentendimentos de policiais com a Procuradoria. Para representantes do MPF, o problema piorou com a redução do número de delegados dedicados à operação (de nove para quatro). A origem do desentendimento, no entanto, está na queda de braço entre as duas corporações sobre quem tem competência para firmar acordos de delação. Esta disputa colocou o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, no alvo da PF, que foi excluída das negociações com a Odebrecht por ordem de Janot. A empreiteira firmou a maior delação da Lava Jato - 78 colaboradores. Opositores ao acordo com a Odebrecht, delegados da PF afirmaram que as provas encontradas no Setor de Operações Estruturadas - o "departamento da propina" da empresa - eram suficientes para se chegar aos crimes praticados pelos executivos da empreiteira. O procurador-geral da República é autor de uma ação direta de inconstitucionalidade (ADI) no Supremo Tribunal Federal que busca impedir que a polícia faça acordos de delação sozinha com investigados. "Infelizmente, o atual PGR passou a adotar uma postura de tentar reduzir a capacidade da polícia, que detém o poder de investigação assegurado pela Constituição, para se autoafirmar como investigador", afirma o delegado Márcio Adriano Anselmo, que iniciou as investigações da Lava Jato em Curitiba, em 2013. Ao tratar do assunto, o diretor-geral da Polícia Federal, delegado Leandro Daiello, é incisivo: "A colaboração premiada é um instrumento de investigação. E, sendo um instrumento de investigação, é para ser aplicado pela Polícia Federal", diz, durante evento na Escola de Direito da FMU, em São Paulo, na sexta-feira. O Supremo se prepara para pôr em pauta a Ação Direta de Inconstitucionalidade 5508, na qual o procurador-geral da República questiona dispositivos da Lei 12.850/2013, que atribui a delegados de polícia o poder de realizar acordos de delação. Na quarta-feira, o ministro Marco Aurélio Mello, relator da ADI na Corte, pediu informações a Daiello sobre o procedimento adotado na PF para formalização de acordos de colaboração. O presidente da Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR), José Robalinho Cavalcanti, afirma que o Ministério Público não "está fazendo nenhum ataque à polícia. Essa é uma falsa polêmica." diz Robalinho. Em nota, a Procuradoria Geral da República informou que "conforme a Constituição, o Ministério Público é o titular da persecução criminal". "A Polícia não pode negociar acordos de colaboração premiada porque não é nem pode ser parte em ação penal."
 

 Um homem que atuava como fiscal da Adab [Agência de Defesa Agropecuária da Bahia] em Paulo Afonso, no norte do estado, foi morto a tiros nesta quinta-feira (10). Até o começo da tarde desta sexta-feira (11), os suspeitos não tinahm sido localizados. A vítima, Mário Gomes, conhecido como Marinho, de 41 anos, trabalhava no posto da Adab, quando foi surpreendido por dois homens que chegaram a bordo de uma moto. Testemunhas contaram que os acusados atiraram contra a vítima e fugiram em seguida. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF-BA), o fato ocorreu por volta das 13h30, no posto que fica na BR-110, já perto da divisa com Alagoas. Ainda não há informações sobre a causa da morte.

Publicidade
Duda Macedo, Jorge França e o Ovo
simone escreveu para planejar concursos
"Bom dia, gostaria de uma justificativa da empresa pois, estou tentando a horas realizar minha inscrição no concurso e até o momento não obtive êxito, o que está ocorrendo com o site. Agradeço desde de já."
curioso, Governador Manga escreveu para Anderson Bella
" Anderson em nossa cidade a coisa pegou fogo na escolha do presidente da câmara a situação esperava uma coisa e foi outra dai a edil da situação baixou o nível como é peculiar da parte dela afinal é filha da prefeita e acha q todos tem q obedecer a ela mas quebrou a cara . tomara as coisas comecem a mudar em nossa cidade pq parece q n temos governantes. obrigado "
Fã Mangabeira FM 87.9 escreveu para Anderson Bella
"Anderson quando tu vai voltar a fazer seu programa comando geral estou esperando abraço "
Clélia Rita escreveu para Anderson Bellla
"Ola meu querido amigo quanto tempo em... vc sumiu mas graças a Deus já estou vendo o mídia recôncavo quero aproveitar o espaço para desejar a sua linda filha Iris muitos anos de vida e saúde, que ela seja um exemplo de pessoa como vc e Maria e que o amor de vcs seja a maior riqueza na vida dela d~e muitos beijinhos nela por mim, um abraço "
escreveu para Anderson Bella
"Anderson estou muito triste com tu por que nem uma palavra de despedida tu deu não falou mas na rádio seus ouvintes estão todos triste com tu."
Paty ,centro escreveu para Anderon Bella
" Que pena tu não fazer mas o comando geral Anderson, espero que tu volte a fazer quem sabe um outro poque estamos com muita saudade de tu "
Mary escreveu para Anderson Bella
"Anderson Bella tu não vai mas fazer seu programa e a gente tá muito triste quem sabe um dia tu vote "
jhones escreveu para o recomcavo
"amo minha terra e todo esse povo bonito !! parabens a todos !!! "
Paty ,centro escreveu para Anderson Bella
" Anderson hoje não teve o seu programa comando geral Meire não vai fazer mas e agora tu vem ou não estamos querendo saber porque tu é nosso radialista n 1 nossas tarde vai ficar sem graça pq Meire também é ótima dá um jeito e volta logo. "
Ana Paula escreveu para Anderson Bella
"Anderson voce esqueceu seus amigos que te ouvi no comando geral nos estamos sentindo sua falta quando voce vai volta manda um alô para seu ouvites um abraço tá "