Educação e Cultura - Mídia Recôncavo
Recôncavo, Sábado , 23 de Janeiro de 2021
Enquete
Entre Aspas
Seja amor,seja muito amor. E se mesmo assim for difícil ser, Não precisa ser perfeito, Se não der pra ser amor, Que seja ao menos respeito. #CultiveORespeito
  Disse Desconhecido  
Educação e Cultura
Foto: Divulgação/ Inep

Resolver questões de anos anteriores, revisar conteúdos estudados durante o ano e relaxar um pouco são algumas das dicas de professores entrevistados pela Agência Brasil para os estudantes que farão o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) neste domingo (24). No segundo dia de aplicação da versão impressa do exame, os candidatos resolverão questões de matemática e de ciências da natureza.

“Neste momento, quando se fala em exatas, a grande dica é fazer as provas anteriores. Pegar as duas últimas provas e ter calma”, diz o diretor-geral do Colégio e Curso Progressão e professor de matemática, Leonardo Chucrute. “O Enem não quer colocar pegadinha para o candidato. O que ele está cobrando é aquilo mesmo. Acredite no que a prova está pedindo, é aquilo mesmo, é o que você sabe fazer. O que falo para o candidato é, mantenha a calma, você está preparado, você estudou, acredite em você”.

Segundo Chucrute, com base na prova do último domingo (17), primeiro dia de aplicação do Enem, a expectativa é que o exame tenha menos textos longos e que os enunciados sejam mais objetivos.

“Não é o momento de querer aprender conteúdos novos, de tirar o atraso, porque isso pode gerar tensão e cansaço desnecessários nesta reta final. Importante revisar e focar nos conteúdos que mais caíram nas provas”, diz o gerente executivo de Avaliações e Conteúdo Digital do SAS e professor de química, Caê Lavor. Na página do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) estão disponíveis as provas e os gabaritos dos anos anteriores do Enem.

A expectativa de Lavor é que o Enem mantenha o padrão dos conteúdos das últimas edições. “Será uma prova que repete os padrões do Enem. Tanto no conteúdo quanto na abordagem de problemas e conteúdos que são relevantes para o dia a dia dos alunos, que são relevantes para o cotidiano. O Enem cobra problemas e situações práticas, conteúdos que têm aplicação no dia a dia, conteúdos muito técnicos não costumam ser cobrados”.

Razão, proporção, porcentagem, regra de três são, segundo os professores, conteúdos recorrentemente cobrados na prova de matemática. Em biologia, o conteúdo destacado é ecologia; em física, mecânica, que envolve aceleração, velocidade e troca de energia; e, em química, físico-química, que engloba cálculo químico e aplicações práticas das reações químicas.

Na hora da prova

Segundo o professor e coordenador de matemática do sistema COC by Pearson, Luiz Fernando Duarte, o estudante deve começar pelas questões com as quais tem mais afinidade. “Deve começar pela situação em que se sente mais forte, com o que tiver mais facilidade, para começar com mais confiança. Deve ser aí o ponto de partida”, diz.

“Em uma leitura cuidadosa é possível identificar as questões que podem ser resolvidas mais rapidamente. Isso significa fazer um bom número de questões e ter mais tempo para fazer questões com exigência maior”, orienta. Segundo Duarte, um tempo médio para a resolução das questões é de três minutos para cada. Uma técnica recomendada é que os candidatos leiam com atenção os enunciados, que grifem as partes mais importantes, que podem ajudar na resolução.

Ao todo, os estudantes terão cinco horas para resolver 90 questões. “Tivemos o caso de um aluno, ainda que ele estava fazendo a prova apenas como treineiro, que passou cerca de 30 minutos em uma questão e não conseguiu concluir a prova. Deixou de resolver questões elementares que só de passar o olho conseguiria resolver”, conta o professor de matemática do Centro de Educação de Tempo Integral (CETI) Augustinho Brandão, de Cocal dos Alves (PI), Raimundo Alves de Brito. “O estudante tem que saber identificar aquelas questões que certamente consegue resolver”, acrescenta.

Respirar

Em um ano atípico como o ano letivo de 2020, com a suspensão das aulas presenciais por causa da pandemia do novo coronavírus e, agora, com a realização do exame com uma série de medidas de biossegurança, os estudantes enfrentam uma ansiedade ainda maior. “A gente nem sabe como pedir, está todo mundo muito agitado, mas eu pediria calma. A prova está difícil para todo mundo, a situação é essa para todo mundo. É preciso calma e concentração para fazer a prova”, recomenda Brito.

Ele conta que enfrentou uma série de dificuldades ao longo do ano, com internet escassa no município, por vezes, estudantes não conseguiam sequer acessar um vídeo de três minutos. “Foi muito difícil, foi um ano horrível. A gente conseguiu mais ou menos cumprir a carga horária, mas as aulas ficam muito deficitárias. Estamos esgotados. A gente consegue sentir que não funcionou como a gente queria”, diz o professor.

Lavor concorda. “É um momento de manter a calma. Sei que é difícil. Muitas vezes, o estudo desenfreado e a busca de conhecimento agora criam tensão. Estudar poucas coisas, manter a calma e pensar que este momento vai ser importante para que sejam definidos os próximos passos, a universidade, mas este momento não define quem a gente é”, diz.

Ele chama a atenção para algo fundamental: a respiração. Uma dica é toda vez que o estudante se perceber nervoso, notar a respiração acelerada, parar e apenas respirar, até que ela desacelere. “Identificar a respiração pode ajudar a ter mais atenção plena. A estar presente no momento. Escutar o barulho da respiração por dez segundos”.

Enem 2020

O Enem começou a ser aplicado no último domingo (17) e segue no próximo (24). No primeiro dia de aplicação, o exame teve abstenção recorde de 51,5%. Do total de 5.523.029 inscritos para a versão impressa do Enem, 2.842.332 faltaram às provas. Nesta edição, o Enem terá uma versão impressa e uma digital, realizada de forma piloto para 96 mil candidatos, nos dias 31 de janeiro e 7 de fevereiro.

As medidas de segurança adotadas em relação à pandemia do novo coronavírus serão as mesmas tanto no Enem impresso quanto no digital. Haverá, por exemplo, um número reduzido de estudantes por sala, para garantir o distanciamento entre os participantes. Durante todo o tempo de realização da prova, os candidatos estarão obrigados a usar máscaras de proteção da forma correta, tapando o nariz e a boca, sob pena de serem eliminados do exame. Além disso, o álcool em gel estará disponível em todos os locais de aplicação.

Os candidatos que tiverem sintomas de covid-19 e de outras doenças infectocontagiosas não devem comparecer aos locais de prova. Devem comunicar ao Inep pela Página do Participante. Esses candidatos terão direito à reaplicação, nos dias 23 e 24 de fevereiro.

 

Fonte: Bahia.ba

Foto : Arquivo/Agência Brasil

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020, ocorrido neste domingo (17), registrou um novo recorde de abstenção no concurso. O índice de candidatos inscritos ausentes ficou em 51,5%. Ou seja, mais da metade não compareceu na primeira etapa.

A maior taxa de abstenção anteriormente registrada foi em 2009, com 23% no primeiro dia e 37,7% no total, segundo o Ministério da Educação.

Apesar da quantidade de faltosos, o ministro da Educação, Milton Ribeiro, considerou a realização da prova "algo vitorioso". Ele acredita que a alta porcentagem ocorreu por conta da "dureza e medo da contaminação", mas também por causa de "um trabalho de mídia contrário ao Enem muito grande".

Segundo o presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Alexandre Lopes, a aplicação da avaliação foi "tranquila do ponto de vista da saúde sanitária".

"Não teve nenhum local de prova interditado", disse Lopes, se referindo a visitas de agentes de vigilância sanitária e do Ministério Público. "As normas e procedimentos de segurança estabelecidos pelo Inep foram cumpridos durante a execução da prova", completou.

O índice de abstenção não inclui os dados de candidatos do estado do Amazonas e de duas cidades de Rondônia, onde o exame foi suspenso devido à gravidade da pandemia nos locais.

 

Fonte: Metro1

Foto: Divulgação

A Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) divulgou nesta terça-feira (22) a abertura das inscrições para o processo seletivo simplificado para contratação de professor substituto. São ofertadas 49 vagas para atuação nos campi de Amargosa (Centro de Formação de Professores), Cachoeira/São Félix (Centro de Artes, Humanidades e Letras) e Cruz das Almas (Centro de Ciências Agrárias, Ambientais e Biológicas e Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas).

Segundo a UFRB, os componentes curriculares, o regime de trabalho e as titulações exigidas estão dispostos no Edital Interno nº 08/2020. As inscrições estarão abertas até o dia 3 de janeiro 2021, no site da instituição. O valor de inscrição é de R$ 60,00.

De acordo com a instituição de ensino, podem se inscrever somente candidatos brasileiros (natos ou naturalizados) ou estrangeiros com visto permanente. Cada pessoa pode realizar a inscrição para mais de uma matéria/área de conhecimento, assumindo o risco da impossibilidade de realização de todas as provas em virtude da incompatibilidade, no caso de simultaneidade nas datas e horários de realização das provas de cada vaga.

O processo seletivo ocorrerá exclusivamente por meio remoto e constará de duas etapas distintas de caráter eliminatório e classificatório: análise de currículo e prova didática. O resultado final da análise de currículo será divulgado no dia 16 de janeiro de 2021.

Já a prova didática, realizada remotamente através do aplicativo Google Meet no dia 21 de janeiro de 2021, constará de aula expositiva e será gravada para efeito de registro. O candidato, ao realizar a inscrição, vai declarar que dispõe dos recursos tecnológicos necessários para realização do processo seletivo simplificado remotamente.

O resultado final de cada matéria/área de conhecimento será publicado na página de Concursos da UFRB até o dia 27 de janeiro de 2021, apresentando o e-mail para recebimento da interposição dos recursos.

Do total de vagas oferecidas neste edital, 10% serão providas por candidatos com deficiência e 20% serão reservadas a candidatos negros, conforme previsto em lei. A distribuição da reserva de vagas para as cotas das matérias/áreas de conhecimento será definida mediante reclassificação dos candidatos cotistas por Nota Final.

A UFRB informou que obedecida à ordem de classificação, os candidatos serão convocados para assinatura do contrato e encaminhados ao Centro de Ensino, podendo lecionar componentes curriculares afins, de acordo com o planejamento e as necessidades da unidade. O contrato temporário terá a vigência de seis meses e/ou coincidirá com a data de término do semestre letivo, não podendo ser inferior a 30 dias e em caso de renovação o mesmo não poderá ultrapassar a vigência de 24 meses.

 

Fonte: G1

Foto: Divulgação

A Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) lançou um questionário online para que os professores e alunos da instituição avaliem a experiência de ensino remoto ocorrida no semestre 2020.3. O mesmo questionário busca entender quais os fatores que determinaram a não participação no Calendário Acadêmico Suplementar 2020.3.

As respostas servirão para as instâncias administrativas e deliberativas da UFRB compreenderem melhor, do ponto de vista dos professores e alunos, sobre o desempenho das aulas remotas, neste período de pandemia do novo coronavírus, COVID-19.

Essa mesma avaliação será utilizada para aperfeiçoar e redimensionar as atividades a serem desenvolvidas no próximo Calendário Acadêmico, que terá início em 22 de fevereiro de 2021, já aprovado de forma remota.

O prazo para participar se encerra na próxima sexta-feira, 18 de dezembro. O acesso aos questionários é feito após o login no Sistema de Gestão de Atividades Acadêmicas (SIGAA).

 

Fonte: UFRB

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O Ministério da Educação (MEC) mudou, de 4 de janeiro para 1º de março, o início das aulas presenciais nas instituições federais de ensino superior. A nova data foi definida em portaria publicada na edição extra do Diário Oficial da União, na segunda-feira (7).

O documento recomenda que, para a realização das aulas presenciais, as instituições deverão observar os protocolos de biossegurança para o enfrentamento da pandemia da covid-19.

A portaria anterior, publicada no Diário Oficial no dia 2 de janeiro, que determinava a retomada das aulas em janeiro, não foi revogada, mas alterada no trecho que trata do início das aulas presenciais.

O texto da nova portaria dia, ainda, que “os recursos educacionais digitais, tecnologias de informação e comunicação ou outros meios convencionais poderão ser utilizados em caráter excepcional, para integralização da carga horária das atividades pedagógicas”, no cumprimento das medidas para enfrentamento da pandemia do novo coronavírus.

 

Fonte: Bahia.ba

Foto: Divulgação

A Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) deu início nesta terça-feira (3) às atividades da VI Reunião Anual de Ciência, Tecnologia, Inovação e Cultura no Recôncavo da Bahia – Reconcitec 2020. No formato virtual, toda a programação está sendo transmitida ao vivo pela TV UFRB, com tradução em LIBRAS – Língua Brasileira de Sinais. A cerimônia de abertura aconteceu às 10h com a participação do reitor Fábio Josué, do vice-reitor José Mascarenhas e do pró-reitor de Pesquisa, Pós-Graduação, Criação e Inovação (PPGCI), Maurício Ferreira.

O reitor Fábio Josué abriu os trabalhos, saudando todos os participantes do evento. Em sua fala, destacou como a Reconcitec tem se firmado cada vez mais como “um espaço de sistematização e socialização do conhecimento produzido no âmbito do Recôncavo da Bahia, em especial da UFRB”. Sobre o tema desta edição – “Os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável: conectando Universidade e Sociedade” -, ele afirmou que “as universidades possuem uma posição estratégica na concretização desses objetivos, pela sua capacidade de investigação, de reflexão sobre a realidade e de produção do conhecimento”.

De forma complementar, o reitor ressaltou o grande potencial das universidades em articular gestores públicos e sociedade no enfrentamento dos desafios postos ao desenvolvimento sustentável. “Especialmente no caso da UFRB é preciso reconhecer o papel desta universidade para sua região. Ao fazermos um balanço de seus 15 anos de existência, podemos seguramente afirmar as contribuições desta instituição em seus territórios de abrangência, nas dimensões de inclusão social, dinamização da economia local e formação nas diversas áreas do conhecimento”, disse, apontando que é preciso ir além: “tornar essa relação com os territórios ainda mais orgânica, pulsante e que se revele em cada ação de nossa instituição”.

Passando a palavra para o vice-reitor José Mascarenhas, também este destacou a importância da Reconcitec para a UFRB e toda a sua comunidade acadêmica. “A Reconcitec chega a sua sexta edição e já alcança três reitorados da Universidade. Ao abordar os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável nesta edição, o evento mostra o quanto está conectado com os desafios que são apresentados para o mundo e para as instituições. E, este momento, a UFRB não se furta dessas aproximações e da busca de soluções para esses desafios”, disse.

O pró-reitor Maurício Ferreira, da PPGCI, falou da experiência de coordenar pela primeira vez uma edição da Reconcitec no formato virtual, o que irá agregar à história de seis anos do evento. Para ele, ao congregar diversas atividades paralelas, a Reconcitec se torna “um importante espaço de diálogo sobre as políticas de pesquisa, pós-graduação, permanência qualificada e extensão da UFRB, e também de apresentação das ações realizadas pelos programas e projetos inseridos em diversos territórios de identidade do Estado da Bahia”.

Conferência de abertura – Com o tema “Desigualdades sociais, Universidade e Desenvolvimento Sustentável”, a primeira conferência da Reconcitec 2020 foi proferida pela Profª. Drª. Edna Maria de Araújo, docente do Mestrado Profissional em Saúde da População Negra e Indígena da UFRB, líder de grupo de pesquisa e coordenadora do Núcleo Interdisciplinar de Estudos sobre Desigualdades Sociais em Saúde (NUDES) da Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS) e coordenadora do Grupo Temático Racismo e Saúde da Associação Brasileira de Saúde Coletiva (ABRASCO).

A professora Edna Maria fez um apanhado dos avanços e retrocessos na agenda para o desenvolvimento sustentável proposta pela ONU, em que reúne como um plano global 17 objetivos para acabar com a pobreza, proteger o planeta e garantir que todas as pessoas desfrutem de paz e prosperidade até 2030. Para ela, os desafios ainda são grandes para universidades e sociedade, sendo que o racismo estrutural nas instituições brasileiras e a segregação social limitam ainda mais oportunidades para a população negra.

A programação da Reconcitec segue até o dia 06 de novembro, com mesas redondas, conferências, apresentações de trabalho no formato de vídeo-pôsteres e performances artísticas.

 

Fonte: UFRB

Foto: Fernando Vivas/Gov-BA

O retorno das atividades escolares na Bahia está próximo, segundo o governador Rui Costa (PT), que afirmou na manhã desta segunda-feira (26) que o protocolo será iniciado de forma escalonada, iniciando com a liberação das universidades. Rui disse que vai autorizar as aulas presenciais por pelo menos duas semanas para “ver o comportamento”, e só depois irá analisar os demais níveis da educação, como médio e fundamental.

“Ainda não temos novidade, estamos avaliando. Tivemos uma reunião e essa semana ainda a gente deve tomar alguma posição. Devemos fazer, como eu já disse antes, o processo de forma escalonada. Inicialmente, nós pretendemos liberar para funcionar o nível superior. Ou seja, as universidades e deixar rodar por uma ou duas semanas para ver o comportamento. Depois, vamos gradualmente liberando”, disse, em coletiva após visita às obras do tramo 3, da Linha 1 do metrô, próximo ao viaduto de Campinas de Pirajá..

O governador, no entanto, disse que o protocolo de retorno não deve ser encarado pelas universidades como uma determinação e que cada uma deve seguir e definir seu cronograma de retorno.

“Quando digo isso, estou dizendo que vão voltar, necessariamente, mas cada universidade, cada faculdade define o seu programa e tem autonomia para definir a sua volta. O que não significa que é uma determinação para retornar. Apenas do ponto de vista sanitário e de saúde estaria liberado para retornar. Nós avançamos para esse conceito de liberar por grupos. E o primeiro a ser liberado deve ser o grupo das universidade”, explicou o governador.

 

Fonte: Bahia.ba

Foto : Marcello Casal Jr./Agência Brasil

As inscrições para vagas remanescentes do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), referentes ao segundo semestre de 2020, serão retomadas hoje (26). De acordo com o Ministério da Educação (MEC), há cerca de 50 mil inscrições ainda não preenchidas nas edições de 2020 dos processos seletivos regulares do fundo. As informações são da Agência Brasil.

As inscrições serão realizadas exclusivamente na página do Fies na internet. Nessa etapa, poderão se inscrever tanto os candidatos não matriculados em instituição de educação superior, como também os já matriculados, mas que buscam uma oportunidade para financiar a continuidade dos estudos.

Ainda segundo o MEC, hoje e amanhã (27) a oferta será exclusivamente para os cursos de áreas do conhecimento prioritárias, como cursos de Saúde, Engenharias, Licenciaturas e Ciência da Computação.

Já as inscrições de candidatos não matriculados em instituição de educação superior poderão ser realizadas até as 23h59 do dia 3 de novembro. “E para quem já está matriculado no curso, turno e instituição para a qual deseja se inscrever para tentar o financiamento, o prazo termina às 23h59 do dia 27 de novembro”, complementa a nota divulgada pelo MEC.

 

Fonte: Metro1

Foto: Divulgação

A Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) está com inscrições abertas em processos seletivos para preenchimento de vagas de pós-graduação e residência para cursos das áreas de saúde. [Veja lista de cursos no final da matéria].

A seleção deste ano será realizada, pela primeira vez, de forma virtual e as aulas estão previstas para começar em 2021. Ao todo, serão ofertadas 200 vagas que seguirão os protocolos sanitários e as orientações do Comitê de Acompanhamento e Enfrentamento a COVID-19, na instituição.

Os editais já abertos podem ser conferidos no Sistema de Gestão das Atividades Acadêmicas (SIGAA). As inscrições são realizadas na mesma plataforma.

A taxa de inscrição é no valor de R$ 65 para os cursos de mestrado e R$ 75 para os cursos de doutorado. Os critérios de seleção envolvem análise da documentação exigida, provas escrita, oral e de línguas estrangeiras e defesa de um projeto de pesquisa.

As vagas para Residências serão distribuídas para os programas de Nutrição e Enfermagem. Mais informações estão disponíveis no site da Pró-Reitoria de Pesquisa, Pós-Graduação, Criação e Inovação (PPGCI) da UFRB e nos sites dos respectivos cursos.

A UFRB é sediada no município de Cruz das Almas, com unidades em Amargosa, Cachoeira, Feira de Santana, Santo Amaro e Santo Antônio de Jesus.

 

Fonte: G1

Foto: Divulgação

A Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) informa que estão abertas as inscrições para o processo seletivo regular das residências na área da saúde e dos cursos de pós-graduação stricto sensu para ingresso no semestre 2021.1. Ao todo, serão ofertadas 200 vagas que seguirão os protocolos sanitários e as orientações do Comitê de Acompanhamento e Enfrentamento a COVID-19. O processo seletivo será, pela primeira vez, totalmente virtual, exigindo mudança nos procedimentos internos.

O professor Maurício Silva, pró-reitor de Pesquisa, Pós-Graduação, Inovação e Criação (PPGCI), falou sobre a iniciativa. “Não podemos, neste momento, deixar de atentar aos protocolos de segurança indicados pelo comitê interno da UFRB. Precisamos atuar para a ampliação e consolidação de nossos programas de pós-graduação sem perder de vista os cuidados necessários à segurança dos envolvidos: candidatos, servidores técnicos e docentes. Estamos preparando os protocolos internos para que o processo seletivo transcorra a contento e tenhamos condições de iniciar 2021.1 da melhor maneira neste contexto de distanciamento social”, afirma.

No âmbito das residências as vagas serão distribuídas para os programas de Nutrição e Enfermagem. No caso dos stricto sensu as vagas estão distribuídas nos cursos de Arqueologia e Patrimônio Cultural; Ciências Sociais; Ciência Animal; Comunicação; Defesa Agropecuária; Educação do Campo; Educação Científica, Inclusão e Diversidade; Gestão de Políticas Públicas e Segurança Social; Política Social e Territórios; Recursos Genéticos Vegetais; Saúde da População Negra e Indígena; Solos e Qualidade de Ecossistemas; Microbiologia; e Ciências Agrárias.

A taxa de inscrição é no valor de R$ 65,00 (sessenta e cinco reais) para os cursos de mestrado e R$ 75,00 (setenta e cinco reais) para os cursos de doutorado. Os critérios de seleção envolvem análise da documentação exigida, provas escrita, oral e de línguas estrangeiras e defesa de um projeto de pesquisa.

Mais informações estão disponíveis no site da Pró-Reitoria de Pesquisa, Pós-Graduação, Criação e Inovação (PPGCI) e nos sites dos respectivos programas. Confira os editais abertos e realize a inscrição no Sistema de Gestão das Atividades Acadêmicas (SIGAA).

 

Fonte: UFRB

Entrevistas
Vem aí uma série de entrevistas com personalidades do nosso Recôncavo
Mídia TV
Loteamento Paraguassu Residence - Cabaceiras do Paraguaçu
Mural de Recados
Tarsila escreveu para Joseane
"Vdd eu tbm eu quero saber tbm de todas as notícias desses anos que esta acontecendo muitas coisas ai è bom saber das coisas primeiro..."
Joseane Bonfim escreveu para Anderson Bella
"Ola, tudo bem? Sou Joseane Bonfim e estou fazendo uma pesquisa sobre os blogs da região de SAJ, o Midia Reconcavo se encaixa na categoria de Blog?"
Podcast
Áudio que circula nas redes sociais diz que a Barragem Pedra do Cavalo não está segura; Votorantim Energia desmente.
Um áudio que vem circulando nas redes sociais vem preocupando os moradores da região. Segundo uma mulher, que não teve a identidade revelada, a UHE Pedra do Cavalo está toda estralada.