Acidentes - Mídia Recôncavo
Recôncavo, Domingo , 17 de Fevereiro de 2019
Enquete
Entre Aspas
Seja amor,seja muito amor. E se mesmo assim for difícil ser, Não precisa ser perfeito, Se não der pra ser amor, Que seja ao menos respeito. #CultiveORespeito
  Disse Desconhecido  
Acidentes
Foto: Reprodução / TV Globo

A forte chuva que atingiu o Grande Rio na noite desta quarta-feira (6) causou a morte três pessoas, segundo o G1. Foram dois óbitos em Barra de Guaratiba e um na Rocinha. Duas pessoas estão desaparecidas: há a suspeita de passageiros feridos dentro de um ônibus soterrado na Avenida Niemeyer. O motorista do veículo conseguiu sair, com escoriações. Na mesma via, um trecho de ciclovia desabou. Também foram registrados apagões e quedas de árvores. O prefeito Marcelo Crivella reforçou que a situação mais crítica é na Niemeyer. “Vai demorar mais de um dia inteiro para normalizar”, declarou. A tempestade começou por volta das 20h30 de quarta, quando o Rio entrou em estágio de atenção. Às 22h15, passou para o estágio de crise. Fonte: bahia.ba

Foto: Reprodução/BandNews

Moradores da comunidade de Parque das Cachoeiras, em Brumadinho (MG), afirmam que nunca receberam orientações da Vale com relação a possíveis riscos da barragem instalada no município ou planos de fuga e de evacuação em caso de acidentes. No último dia 25, a barragem Mina Córrego do Feijão, da mineradora Vale, se rompeu. Até o momento, as autoridades contabilizam 121 mortos, com 93 corpos identificados. Há ainda 226 desaparecidos e 395 pessoas localizadas. De acordo com o programador e empresário Mário Lúcio Fontes Pato, 64 anos, em nenhum momento houve instrução aos moradores do que fazer em caso de rompimento.

“Absolutamente nenhum tipo de informação. Se a sirene tocar, você corre pra lá, corre pra cá ou fica dentro de casa, por exemplo. Nem eu nem ninguém recebeu treinamento. Se existia um plano de contingência era no papel, na Vale”, destacou o morador. Ele afirma que recebia, mensalmente, panfletos da mineradora explicando ações como a instalação de centros de saúde. Não houve, entretanto, informações ou treinamento para situações de emergência. Mulher de Mário Lúcio, Sandra Maria da Costa, 59 anos, reforça a falta de instruções por parte da Vale. “O único alerta que tivemos foi quando, há alguns meses, eles vieram fazer medições. Nunca tivemos aviso sobre riscos”, afirmou. Fonte: bahia.ba

Foto: Reprodução

Na manhã deste sábado (02), um veículo marca e modelo Fiat / UNO capotou na localidade do Cruzeiro, zona rural de Miguel das Matas. "As informações que foram passadas para a equipe de plantão foi de que duas pessoas estavam acidentadas depois que um veículo virou no trajeto que vai para Valdir do Peixe e a equipe se deslocou ao local, se deparando com o fato", destaca o Sargento Marco Aurélio, Sub-Comandante do Pelotão de São Miguel das Matas. O motorista perdeu o controle do veículo e capotou. A mulher teve fratura na perna e o condutor ferimentos nos braços. Eles foram socorridos para o Hospital São Miguel e logo em seguida, uma equipe do SAMU, os encaminhou para o Hospital Regional em Santo Antonio de Jesus. Fonte: Criativa Online

Foto: © Washington Alves/Reuters

A Defesa Civil de Minas Gerais informou  na tarde desta quinta-feira (31) que há 110 mortos e 238 desaparecidos após a tragédia provocada pelo rompimento da barragem da Vale - Barragem I - Mina Córrego do Feijão - em Brumadinho (MG).  Até o momento, 71 vítimas já foram identificadas, 192 resgatadas; 395 localizadas; 108 desalojadas. Neste sétimo dia de buscas, o tenente-coronel Flávio Godinho, da Defesa Civil, afirmou que não haverá falta de água potável em Brumadinho. Quem está no caminho do Rio Paraopeba não deve usar a água captada diretamente, nem para consumo próprio, nem para irrigação, nem para dar para os animais. A Vale será responsável pela entrega de água potável a esses moradores. Godinho também disse que não há neste momento espaço para fake news e desinformação, e que não houve nenhum desacerto entre as tropas locais e as tropas de Israel. "Eles nos ensinaram novas formas de atuação." O presidente da Vale, Fabio Schvarstman, disse estar "consternado" com o rompimento da barragem da mineradora e afirmou que não conhece as causas da tragédia nem sua dimensão exata. A empresa disse que iria enviar R$ 100 mil para cada família afetada pelo rompimento, algo que chamou de "doação emergencial" e não tem relação com futuras indenizações. Um gabinete de crise da tragédia em Brumadinho foi estruturado na Faculdade Asa, que fica a pouco mais de seis quilômetros do local do acidente. Fonte: Notícias ao Minuto

Foto: Ascom/ Sindipetro

A Justiça Federal suspendeu, em decisão liminar, o fechamento da Fábrica de Fertilizantes Nitrogenados da Bahia (Fafen-BA), em Camaçari, na região metropolitana de Salvador. O último dia de atividades seria nesta quinta-feira (31). O pedido de suspensão foi feito pelo Sindicato das Indústrias de Produtos Químicos para Fins Industriais, Petroquímicas e de Resinas Sintéticas de Camaçari, Candeias e Dias D’ávila (Sinpeq), que representa empresas do Polo Industrial de Camaçari. A decisão foi do juiz federal Fábio Roque da Silva Araújo, da 13ª Vara Cível da Seção Judiciária da Bahia. A sentença ainda ordena que a Petrobras seja intimada com urgência, no prazo máximo de 48 horas, para que cumpra a decisão imediatamente. A liminar saiu na quarta-feira (30). Na manhã de quarta-feira (30), trabalhadores fizeram um protesto em frente à sede da Fafen, contra a paralisação da unidade. Conforme o presidente da Central Única de Trabalhadores, Cedro Silva, o fechamento da Fafen poderia levar à demissão de trabalhadores de diversas empresas do Polo, porque as companhias iriam ter dificuldades para se manterem. A operação deficitária foi apontada pela Petrobras como justificativa para fechar a fábrica. Só em 2017, o prejuízo teria chegado a R$ 200 milhões. Fonte: bahia.ba

Foto: Record TV Minas

Uma mãe que vive pela terceira vez a dor de perder um filho. Em outubro do ano passado, Iolanda de Oliveira Silva, de 48 anos, enterrou Richard Oliveira, de 18 anos, assassinado pelo pai da namorada. Três meses depois, Iolanda procura o filho Robert Oliveira, gêmeo de Richard, entre os rejeitos da barragem da Vale, que devastaram Brumadinho na última sexta-feira (25). Em 2005, ela perdeu Michael Felipe, de 19 anos, com leucemia. Iolanda viu o filho Robert pela última vez na sexta-feira (25) no dia do desastre, pela manhã, antes do filho ir trabalhar. Ele tinha planos de ir para a casa da namorada e combinou que a mãe o encontrasse ao final do expediente. — O meu filho me pediu que o encontrasse às 17h30 na rodoviária de Brumadinho. Eu ia levar uma mochila para ele dormir na casa da namorada. Robert trabalhava como ajudante geral na Vale há sete meses. Iolanda acredita que ele almoçava no refeitório no momento do rompimento, um dos locais mais atingidos pela lama, e diz que não tem mais esperança em encontrá-lo vivo. — Eu não tenho mais esperanças que ele esteja vivo. O lugar ficou muito feio. Robert já havia alertado a mãe sobre riscos na barragem. Segundo Iolanda, o filho relatava que há 20 dias a barragem estava "minado água". Desde sexta-feira (25), a mãe de Robert vai próximo ao local em busca de notícias do filho. — É um lugar que eu não gosto de ir! Tem muita tristeza...Fui lá ontem, anteontem e vou hoje. Eu não posso aproximar, mas sei que os Bombeiros fazem o que podem.  Rute de Oliveira, de 22 anos, e o irmão, Cléber Oliveira, de 25 anos, ainda não sabem como será a vida da mãe depois da tragédia. — Não sabemos como vamos continuar, como serão as coisas. Não sei se minha mãe consegue voltar a trabalhar. A gente não sabe como vai fazer. Até o momento, 99 mortes já foram confirmadas e 259 pessoas ainda estão desaparecidas apos o rompimento da barragem em Brumadinho. Fonte: R7

Foto: Ascom/ Corpo de Bombeiros

O principal indicador da bolsa brasileira, a B3, opera em forte queda nesta segunda-feira (28), puxada pelas ações da Vale. O mercado reage na primeira sessão após o rompimento da barragem da mineradora Vale em Brumadinho (MG) na sexta-feira (25). Às 11h50, o Ibovespa recuava 2,23%, aos 95.446 pontos. As ações da Vale caíam em torno de 18% no mesmo horário, após entrarem em leilão no início da sessão. Na abertura dos negócios, os papéis recuaram 19,86%. Na mínima do dia até o momento, perderam 19,98%, segundo o Valor Pro. Com a queda, a Vale perdeu mais de R$ 45 bilhões em valor de mercado em comparação com o fechamento dos negócios na última quinta-feira, segundo dados da provedora de informações financeiras Economatica. A mineradora tem peso de 11,39% na composição do Ibovespa. As ações do Bradespar, acionista da Vale, cediam quase 20%, perto do mesmo horário. Fonte: bahia.ba

Um homem fraturou a perna direita depois que a moto que ele pilotava colidiu com uma caçamba na Avenida Getúlio Vargas. O acidente de trânsito aconteceu na manhã desta segunda-feira (21/1), nas proximidades da Praça Geraldo Suerdieck. Ferido, o motociclista que não teve a identidade divulgada foi socorrido por uma ambulância do SAMU e levado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA). Segundo informações dos agentes da Superintendência de Trânsito e Transportes (SMTT), o motorista da caçamba abandonou o veículo no local e fugiu em seguida. A batida chegou a interromper o tráfego na via, mas o trânsito logo voltou ao normal. As causas do acidente são desconhecidas. Fonte: Forte na Notícia

Um acidente envolvendo um carro de passeio e uma carreta deixou uma pessoa morta e uma ferida na BA-093, na altura da Fundação José Carvalho, conhecido como Rolf Park, em Pojuca, na tarde desta quarta-feira (16/1). De acordo com informações da 32ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Pojuca), o veículo maior transportava eucalipto e, após a colisão, os ocupantes do carro de passeio ficaram presos às ferragens. Fonte: Aratu

Um Fiat Bravo e uma Mitsubishi L200 se envolveram em um acidente na BR-101, trecho que pertence ao município de Governador Mangabeira, na tarde desta terça-feira (08). Segundo informações, um dos condutores fazia uma ultrapassagem em local proibido, na altura da localidade conhecida como Mão Divina, quando acabou colidindo com o carro que vinha no sentido oposto. Após o choque, os veículos foram parar fora da rodovia. Apesar da gravidade do acidente, ocupantes dos veículos envolvidos na batida tiveram escoriações leves e foram socorridos pelo SAMU e levados para o Posto Médico da cidade. Fonte: Forte na Notícia

Entrevistas
Organizadores do “Bloco As Muriquetes” falam sobre a expectativa deste evento que vem animando os muritibanos a cada ano
Mídia TV
VT - Moderna Gestão e Assessoria
Mural de Recados
Tarsila escreveu para Joseane
"Vdd eu tbm eu quero saber tbm de todas as notícias desses anos que esta acontecendo muitas coisas ai è bom saber das coisas primeiro..."
Joseane Bonfim escreveu para Anderson Bella
"Ola, tudo bem? Sou Joseane Bonfim e estou fazendo uma pesquisa sobre os blogs da região de SAJ, o Midia Reconcavo se encaixa na categoria de Blog?"
Podcast
Spot - Câmara de Cruz das Almas
Escute o Spot da Câmara de Vereadores de Cruz das Almas.