Mundo - Mídia Recôncavo
Recôncavo, Sábado , 20 de Julho de 2019
Enquete
Entre Aspas
Seja amor,seja muito amor. E se mesmo assim for difícil ser, Não precisa ser perfeito, Se não der pra ser amor, Que seja ao menos respeito. #CultiveORespeito
  Disse Desconhecido  
Mundo
Foto: Reprodução

O Dia Mundial do Rádio é comemorado em 13 de fevereiro. A data foi escolhida pela Assembleia Geral das Nações Unidas em 2011, a fim de homenagear o rádio. O programa Nacional Jovem conversou com o coordenador de Comunicação e Informação da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) no Brasil, Adauto Soares, sobre o Dia Mundial do Rádio e a campanha para a data. Segundo Adauto, a UNESCO criou a campanha para o o Dia Mundial do Rádio convidando as pessoas a mandarem mensagens de tolerância, a fim de mostrar a importância do rádio como uma plataforma para o diálogo e para o debate democrático sobre questões relevantes. "Esse tema nos faz perceber que o rádio pode mediar conflitos", afirmou. O coordenador afirmou que o objetivo da campanha é a divulgação do rádio. As mensagens precisam ter até 30 segundos e devem ser enviadas pelo Whatsapp no número (61) 99848-8971. O programa Nacional Jovem vai ao ar de segunda a sexta-feira, às 16h, na Rádio Nacional da Amazônia e às 14h, na Rádio Nacional do Alto Solimões. Fonte: Agencia Brasil

Foto: Sean Gallup/Getty Images

A Rússia está discutindo a possibilidade de desconectar-se brevemente da internet global para que seja realizado um teste de suas defesas cibernéticas. Com isso, os dados enviados pela população e por organizações do país circularão apenas nacionalmente, ao invés de serem compartilhados com o mundo.  De acordo com a Folha, o teste deve ocorrer antes do dia 1º de abril, mas a data exata ainda não foi definida pelo governo. O projeto de lei chamado Programa Nacional da Economia Digital estabelece as mudanças técnicas necessárias para que a internet da Rússia possa funcionar de forma independente. A medida foi apresentada ao Parlamento no ano passado. Fonte: Metro1

Foto: Divulgação

Mike Tyson foi fotografado fumando um gigantesco cigarro de maconha, neste fim de semana, durante um festival nos Estados Unidos. Na ocasião, o ex-pugilista afirmou acreditar nos "poderes curativos da erva" e revelou ter fumado maconha toda a vida. Aos 52 anos, Tyson possui um rancho de 40 acres, próximo ao Death Valley (Califórnia, EUA), onde planta a erva, cujo uso recreativo foi liberado no estado. O local também abrigará um festival de música, no dia 23, com consumo liberado da cannabis. O ex-campeão mundial dos peso-pesados admitiu até que fumou maconha antes da luta contra Andrew Golota, em 2000, vencida por ele após o oponente polonês cometer uma violação no terceiro assalto. Com a comprovação do doping, o desfecho foi alterado e a luta ficou "sem resultado". Ainda sobre drogas, a lenda do boxe disse ter experimentado cocaína pela primeira vez aos 11 anos e revelou quase ter morrido por causa do alcoolismo em 2013. Fonte: Metro1

Foto: Reprodução / Notitotal

Os Estados Unidos (EUA) apresentaram ao Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) projeto de resolução sobre a Venezuela, em que pedem que o país sul-americano facilite o acesso de ajuda humanitária internacional e realize novas eleições presidenciais. Em resposta, a Rússia propôs outra resolução. Na sexta-feira (8), segundo a Agência Brasil, Moscou propôs aos membros do conselho um "texto alternativo" ao apresentado por Washington, segundo diplomatas. A proposta russa expressaria preocupação com "tentativas de intervenção em questões que estão essencialmente sob jurisdição doméstica" e "ameaças de uso da força contra a integridade territorial e a independência política" da Venezuela. O projeto apresentado pelos EUA, ao qual agências de notícias tiveram acesso neste sábado (9), expressa "pleno apoio" do Conselho de Segurança à Assembleia Nacional Venezuelana, controlada pela oposição, definindo-a como a "única instituição democraticamente eleita no país". Manifestando "profunda preocupação com a violência e o uso excessivo da força por parte das forças de segurança venezuelanas contra manifestantes pacíficos não armados", o texto pede também um processo político que conduza a eleições presidenciais "livres, justas e credíveis".

Foto: Reprodução/instagram

O pai norte-americano Donte Palmer, da Flórida, decidiu postar na internet um problema pelo qual passa todos os dias e que também afeta muitos outros pais ao redor do mundo. Por vivermos em uma sociedade ainda muito machista, trocadores de bebês usualmente não são instalados em banheiros masculinos, o que dificulta e muito o trabalho dos pais.Em uma postagem, Donte contou sobre o malabarismo que precisa fazer para conseguir trocar a fralda do filho, junto com uma foto que mostra a dificuldade. “Qual é a dificuldade de colocarem trocadores em banheiros masculinos, é como se não existíssemos! Claramente fazemos isso seguidamente, veja como meu filho já está acostumado. É rotina para ele! Vamos corrigir esse problema!“, disse o pai. Assim que Donte iniciou essa campanha, outros pais se manifestaram também, contando suas dificuldades. Ele agora espera que trocadores possam ser instalados em todos os banheiros masculinos, não apenas nos Estados Unidos, mas em todo o mundo, já que essa é uma questão que abrange todas as nações. É importante lembrar que essa causa não é apenas para pais solteiros que precisam tomar conta dos filhos. Ter trocadores em banheiros masculinos também representa a divisão de tarefas, não colocando nos braços das mães toda a responsabilidade pelos filhos. Fonte: +Vibes

Foto: Frederico Parra / AFP

O autoproclamado presidente interino da Venezuela, Juan Guaidó, anunciou neste sábado (2) que começará nos próximos dias a chegada de ajuda humanitária na fronteira com o Brasil e a Colômbia, e em uma ilha do Caribe, e pediu aos militares que a deixem entrar no país. "Já temos três pontos de aprovisionamento para a ajuda humanitária: Cúcuta (Colômbia) e farão outros dois, um ficará no Brasil e outro em uma ilha do Caribe", assegurou Guaidó, no palanque de onde lidera uma manifestação multitudinária. Fonte: Jornal do Brasil

Foto: Mazur/ Catholicnews.org.uk

A Igreja Católica identificou os nomes de mais de 300 padres acusados de pedofilia nas últimas seis décadas no Texas, nos Estados Unidos. Em San Antonio, Houston e Dallas, principais cidades do estado, 57, 42 e 31 nomes de religiosos foram listados respectivamente. Alguns dos nomes aparecem repetidos em várias listas. As 15 dioceses do Texas tinham prometido em outubro passado divulgar essa extensa lista, que data dos anos 1950. Todos os padres acusados morreram ou foram removidos do clero, de acordo com autoridades da igreja. Há, entanto, casos recentes: dois padres em Houston e um em San Antonio, que ainda está sendo investigado. Fonte: Metro1

Foto: © AFP 2018 / MOHAMMED ABED

Foram relatados disparos de mísseis da Faixa de Gaza que teriam atingido um ônibus na região de Kfar Aza, ferindo pelo menos 7 pessoas. Posteriormente, fontes palestinas relataram um ataque da artilharia israelense perto de uma posição do Hamas na parte norte da Faixa de Gaza. O porta-voz do Ministério da Saúde local informou que dois palestinos foram mortos após os ataques aéreos israelenses. ​​Após o incidente, Israel ativou seu sistema de defesa aérea Iron Dome. As Forças de Defesa de Israel declararam que sirenes de alerta foram acionadas na parte sul do país. De acordo com as Forças de Defesa de Israel, cerca de 200 mísseis foram disparados da Faixa de Gaza, sendo que 60 fora interceptados pelo sistema de defesa israelense. O Ministério das Relações Exteriores da Rússia publicou uma nota manifestando preocupação com os recentes ataques e pediu que as partes respeitem o cessar-fogo na região. De acordo com Moscou, a escalada da tensão no Oriente Médio pode levar a um aumento em larga escala da confrontação na Faixa de Gaza. Fonte: Sputnik News

Foto: Divulgação

Amigos, familiares, fãs e representantes de Michael Jackson estão revoltados com o documentário “Leaving Neverland”, lançado recentemente no Festival de Cinema de Sundance. A produção revela vários escândalos envolvendo o Rei do Pop, a exemplo de um "casamento" com um menino de nove anos. Conforme conteúdo do documentário, divulgado pelo jornal britânico, 'The Sun', a ceriômonia teria sido realizada no rancho Neverland, onde o astro viveu por anos isolado e recebia com frequência visitas de crianças, a maioria meninos, e teve até troca de alianças. Agora com 40 anos, o "noivo" de Michael na época, Jimmy Safechuck, revela em depoimento à produção que além das alianças, tanto ele quanto Michael fizeram votos matrimoniais, assim como declarações de amor e certificados de casamento. Safechuck ainda conta que no rancho de Neverland há muitos quartos, salas e cômodos secretos que só o cantor tinha acesso, e que eram utilizados pelo astro para prática de abusos com crianças que lhe visitavam. Ele ainda lembrou que em uma viagem acompanhando Michael em turnê, quando tinha 10 anos, o músico o treinou para se vestir rapidamente para que os dois não fossem pegos no flagra. Além da participação de Jimmy Safechuck, o filme apresenta depoimentos de advogados que trabalharam nos processo movidos contra o astro enquanto ele ainda estava vivo. Segundo eles, o astro chegou a pagar 200 milhões de dólares a pelo menos 20 vítimas de abuso. Em comunicado divulgado nesta segunda-feira (28), os detentores do espólio de Michael Jackson se dizem furiosos com a produção e que ela provocou um "linchamento público" no astro: "Michael sempre dava a outra face, e sempre demos a outra face quando as pessoas foram atrás de membros de nossa família. Esse é o jeito de Jackson. Não podemos apenas ficar de pé enquanto este linchamento público continua. Michael não está aqui para se defender. Caso contrário, as acusações não teriam sido feitas". Fonte: Bocão News

Foto: Vatican Media

De volta a Roma após participar da Jornada Mundial da Juventude no Panamá, o papa Francisco afirmou, hoje (28), durante coletiva de imprensa a bordo do avião papal, que a educação sexual nas escolas é necessária e deve ser abordada "sem colonização ideológica". O pontífice abordou o assunto ao responder ao questionamento de um dos 70 jornalistas sobre a gravidez precoce em alguns países do continente americano. “Creio que nas escolas é preciso dar educação sexual. Sexo é um dom de Deus, não é um monstro. É o dom de Deus para amar e se alguém o usa para ganhar dinheiro ou explorar o outro, é um problema diferente. Precisamos oferecer uma educação sexual objetiva, como é, sem colonização ideológica”, explicou. Ainda segundo o papa, o ideal seria que o debate sobre o assunto começasse em casa, entre as crianças e os pais. “Nem sempre é possível por causa de muitas situações familiares, ou porque não sabem como fazê-lo. A escola compensa isso e deve fazê-lo, caso contrário, resta um vazio que é preenchido por qualquer ideologia”, disse. Fonte: Metro1

Entrevistas
Vem aí uma série de entrevistas com personalidades do nosso Recôncavo
Mídia TV
Caçamba invade barraca de fogos e deixa mortos e feridos em Muritiba
Mural de Recados
Tarsila escreveu para Joseane
"Vdd eu tbm eu quero saber tbm de todas as notícias desses anos que esta acontecendo muitas coisas ai è bom saber das coisas primeiro..."
Joseane Bonfim escreveu para Anderson Bella
"Ola, tudo bem? Sou Joseane Bonfim e estou fazendo uma pesquisa sobre os blogs da região de SAJ, o Midia Reconcavo se encaixa na categoria de Blog?"
Podcast
Spot - Câmara de Cruz das Almas
Escute o Spot da Câmara de Vereadores de Cruz das Almas.