Política - Mídia Recôncavo
Recôncavo, Terça , 02 de Junho de 2020
Enquete
Entre Aspas
Seja amor,seja muito amor. E se mesmo assim for difícil ser, Não precisa ser perfeito, Se não der pra ser amor, Que seja ao menos respeito. #CultiveORespeito
  Disse Desconhecido  
Política
Foto : Elói Corrêa/GOVBA

O governador Rui Costa (PT) disse ontem (9), durante programa nas redes sociais, que vai enviar à Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) um projeto de lei para obrigar empresários e patrões a garantir o uso de equipamentos de proteção individual (EPIs), como máscaras e luvas. A medida, de acordo com o petista, faz parte do pacote de ações do governo para coibir o avanço do coronavírus no estado.

“Além de disponibilizar, tem que exigir do empresário. A lei obriga que o empregador tenha que obrigar seu empregado a usar. É muito clara quando se trata da proteção individual. Vamos mandar uma lei hoje para tornar obrigatório o fornecimento para o dono do empreendimento das máscaras e EPIs. No mundo inteiro, tem gente que manda a população inteira. Qualquer negócio que tenha contato com o público, vale para indústrias e comércio, que tenha aglomeração e contato com o público, entra nisso”, afirmou o governador.

Na Bahia, foram registrados 559 casos confirmados do novo coronavírus, sendo 43 na área de saúde.

 

Fonte: Metro1

Foto: Cristiano Peixoto | ASCOM

A Prefeitura de Cruz das Almas distribuiu 1000 cestas básicas para famílias que tenham crianças matriculadas em creches da Rede Municipal de Ensino. A ação ocorreu durante esta semana. Os alimentos seriam destinados para a merenda escolar, mas com a suspensão das aulas durante o isolamento social por causa do coronavírus, os suprimentos foram direcionados para cerca de 1000 famílias.

No total, foram entregues aproximadamente 21 toneladas de alimentos. Cada item foi selecionado por uma nutricionista que avaliou a carga nutricional necessária para as crianças. A Secretaria de Educação ressalta que o valor repassado pelo Governo Federal para a merenda escolar dos alunos das creches é de R$ 1,07 diário, totalizando R$ 23,54 por mês para cada estudante e a cesta básica custou R$ 141,65, tendo a Prefeitura usado recursos próprios para complementar o valor do benefício.

O Governo do Povo tem se preocupado em dar assistência às pessoas em situação de vulnerabilidade social. Anteriormente foram entregues 5,5 toneladas de alimentos através do PAA - Programa de Aquisição de Alimentos, além do acolhimento dos moradores em situação de rua, entre outras ações.

 

Fonte: ASCOM / Diego Azevedo

Foto: Divulgação/Caixa

O governo federal publicou uma medida provisória (MP) na qual extingue o PIS-Pasep e libera o saque de R$ 1.045 por meio de contas do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) a partir de 15 de junho. A MP foi publicada em edição extra do DOU (Diário Oficial da União) no fim da noite de terça-feira (7). As informações são do jornal Folha de S. Paulo.

Como se trata de uma medida provisória, a operação tem aplicação imediata, mas precisa ser aprovada pelo Congresso em 120 dias. Diante da crise da Covid-19, o Congresso editou um ato para que as MPs tenham um rito mais rápido no Legislativo durante este período, de apenas 16 dias.

De acordo com a MP editada, o patrimônio acumulado nas contas individuais dos participantes do Fundo PIS-Pasep fica preservado. O governo estima que há R$ 21 bilhões que não foram resgatados pela população após sucessivas campanhas relacionadas ao fundo.

Segundo a reportagem, a ideia do Ministério da Economia é transferir esse montante para dar mais liquidez ao FGTS, que vem sendo usado nos últimos anos para injetar dinheiro na economia e estimular o consumo e quitação de dívidas das famílias.

Os recursos serão transferidos para a conta do FGTS em 31 de maio. De 15 de junho a 31 de dezembro, fica disponível o saque de até R$ 1.045 por trabalhador em razão do enfrentamento do estado de calamidade pública e da emergência de saúde pública de importância internacional decorrente da pandemia de coronavírus.

Para quem tem mais de uma conta, há uma ordem estabelecida pela MP: primeiro, contas vinculadas relativas a contratos de trabalho extintos, com início pela conta que tiver o menor saldo; depois, as demais contas vinculadas, com início pela conta que tiver o menor saldo.

Os saques serão efetuados conforme cronograma de atendimento, critérios e forma estabelecidos pela Caixa Econômica Federal. Será permitido o crédito automático para conta de depósitos de poupança de titularidade do trabalhador previamente aberta no banco ou o crédito em conta bancária de qualquer instituição financeira indicada pelo trabalhador, desde que seja de sua titularidade. A transferência para outro banco será gratuita.

 

Fonte: Bahia.ba

Foto: Paula Fróes/GOVBA

Durante #PapoCorreria, transmitido ao vivo pela internet nesta terça-feira (7), o governador Rui Costa informou que as escolas públicas e privadas de todo o estado terão o período de fechamento prorrogado por conta da pandemia do novo coronavírus.

“Vamos prorrogar o fechamento das escolas. Ainda não está no momento de nós pensarmos na abertura. Vamos acompanhar as próximas duas, três semanas, para ver como se comporta a curva de contaminação na Bahia”, afirmou.

Um decreto estadual publicado em 19 de março suspendia por 30 dias as aulas, mas uma nova data para o fim da medida será definida e anunciada pelo governador nos próximos dias.

Rui disse ainda que as cidades baianas sem casos registrados de coronavírus por 15 dias, ou seja, até o próximo domingo (12), terão flexibilidade nas regras de isolamento. “É desta forma que vamos conseguir controlar e manter um ponto de equilíbrio entre a vida humana e alguma atividade necessária pra manter emprego e renda na vida das pessoas. É preciso um ajuste fino, um controle muito detalhado de cada região e é isto que estamos fazendo dia e noite para garantir o controle e a vida do ser humano”, destacou.

Atualmente, 62 cidades baianas estão com transporte intermunicipal suspenso até 15 de abril, por determinação do governador. Também até esta data está proibida a circulação, a saída e a chegada de ônibus interestaduais, em todo território do Estado da Bahia.

Esta edição do #PapoCorreria teve participação do secretário estadual da Saúde, Fábio Vilas-Boas, e está disponível, na íntegra, nos perfis oficiais do governador no Youtube, Instagram e Facebook.

Foto : Agência Brasil

Após rumores de que podia ser demitido do Ministério da Saúde, Henrique Mandetta concedeu entrevista na noite de ontem (6) e, assim como disse o vice-presidente Hamilton Mourão, confirmou que continua na pasta.

"Hoje foi um dia que rendeu muito pouco no ministério. Gente limpando as gavetas, até as minhas gavetas. Nós vamos continuar para enfrentar o nosso inimigo - o coronavírus. Eu vou continuar porque médico não abandona paciente", disse.

A coletiva foi após uma reunião que contou com outros ministros e com o presidente Jair Bolsonaro. De acordo com Mourão, a conversa foi para falar sobre os cenários futuros para flexibilizar o isolamento.

 

Fonte: Metro1

Foto : Carolina Antunes / PR

O presidente Jair Bolsonaro decidiu demitir ainda hoje (6) o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, em meio à crise do novo coronavírus.

De acordo com o jornal O Globo, o ato oficial de exoneração de Mandetta está sendo preparado nesta tarde no Palácio do Planalto. A expectativa é que a decisão seja publicada em edição extra do Diário Oficial da União após reunião do presidente com todos os ministros, entre eles Mandetta, convocada para as 17h.

Desde as últimas semanas, Bolsonaro e Mandetta caminham em direções antagônicas quanto às medidas de isolamento social para conter a disseminação do vírus. Por mais de uma vez, o próprio presidente violou as determinações da Organização Mundial de Saúde e do Ministério da Saúde e foi às ruas.

Em entrevista à rádio Jovem Pan na semana passada, o presidente Bolsonaro afirmou que ele e o ministro já estavam se “bicando” há algum tempo e cobrou “humildade” de Mandetta.

 

Fonte: Metro1

Foto: Divulgação

O projeto Câmara Solidária é uma iniciativa da Câmara de Vereadores de Cruz das Almas, criado para ajudar na prevenção do novo coronavírus, durante o surto da pandemia que assola todo o mundo. O projeto tem algumas etapas, e consiste em orientar a população e ajudar de forma solidária. Na primeira semana, os funcionários da Câmara de forma voluntária entregam panfletos contendo informações e orientações a respeito do coronavírus nos pontos da cidade, na zona urbana e zona rural, onde tem concentração de pessoas, como bancos, supermercados, feira livre, postos de combustíveis, loterias e comércio em geral, além de, por meio de doações voluntárias entregar algumas cestas básicas para famílias carentes da cidade.

“A Câmara de Vereadores de Cruz das Almas tem tomado medidas importantes para contribuir com a prevenção e enfretamento do novo coronavírus. Aprovamos uma suplementação de 10% livre, no Orçamento Municipal, para que o Poder Executivo possa realizar ações emergenciais nas áreas de saúde e assistência social, principalmente, para combater o coronavírus no Município, o que equivale a cerca de 16 milhões de reais livres. Além disso, fizemos a doação de R$ 60.000,00 dos recursos da Câmara e como já havia feito no início do ano a devolução de mais de R$ 97.000,00, e esse valor ainda não havia sido gasto para o fim indicado, que era ajudar na compra de um mamógrafo, indiquei que esse recurso fosse utilizado também nas ações contra a covid-19. Totalizando assim, o valor R$ 157.000,00. Diante disso, sabendo que financeiramente a Câmara já contribuiu, surgiu a ideia de ajudar na prevenção, orientando as pessoas nas ruas e ajudando quem mais precisa com a ajuda de voluntários”, explicou o presidente da Câmara, Renan de Romualdo, que foi o idealizador do Projeto Câmara Solidária.

Os funcionários da Câmara que, de forma voluntária, estão nas ruas para ajudar na conscientização das pessoas, seguem as medidas protetivas, usando EPIs e higienizando as mãos, trabalhando por escala. “O projeto é muito bom, estamos fazendo uma corrente do bem para conscientizar as pessoas que é preciso se cuidar. Porém precisamos da colaboração de todos, para vencermos essa batalha”, disse o servidor Ivan Victor, que também é voluntário no Câmara Solidária.

 

ASCOM / Câmara de Vereadores

Foto: Divulgação

A Prefeitura Municipal de Cruz das Almas, por meio da Secretaria de Serviços Públicos, está realizando neste domingo (05) a higienização das vias públicas do município, com uso de hipoclorito.

A ação começou pelo centro da cidade e seguirá nos locais onde estão acontecendo as feiras livres descentralizadas. A prefeitura reforça que a medida mais eficaz é o isolamento social em domicílio.

 

ASCOM

Foto : Divulgação/ Caixa Econômica Federal

O governo federal antecipou em um mês o prazo final de saque do abono salarial 2019/2020. O prazo inicial era 30 de junho e agora passa a ser 29 de maio deste ano.

Uma resolução que define a nova data foi publicada publicada no Diário Oficial da União de hoje (3).

O pagamento do abono salarial do Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep) é feito pelo Banco do Brasil, conforme o dígito final do número de inscrição do servidor público.

Os trabalhadores que têm conta na Caixa, no caso do PIS, ou no Banco do Brasil, para o Pasep, receberão o crédito automaticamente.

 

Fonte: Agência Brasil

Foto: Divulgação/TRE-BA

Diante da pandemia do novo coronavírus, ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) cogitam adiar as eleições municipais de outubro para dezembro deste ano. A decisão sobre a data das votações deve ser tomada entre fim de maio e início de junho, a depender da situação sanitária do país. As informações são do jornal O Globo.

Segundo a publicação, ainda que o quadro não esteja definido, os ministros descartam a possibilidade de prorrogação dos mandatos atuais. Isso aconteceria se as eleições fossem reagendadas para 2021. Ou, ainda, se houvesse unificação com as eleições gerais de 2022.

“A saúde pública, a saúde da população é o bem maior a ser preservado. Por isso, no momento certo será preciso fazer uma avaliação criteriosa acerca desse tema do adiamento das eleições. Mas nós estamos em abril. O debate ainda é precoce. Não há certeza de como a contaminação vai evoluir. Na hipótese de adiamento, ele deve ser pelo período mínimo necessário para que as eleições possam se realizar com segurança para a população. Estamos falando de semanas, talvez dezembro”, disse a O Globo o ministro Luís Roberto Barroso, que vai presidir o TSE a partir de maio.

Ao jornal, Barroso também afirmou que eventual prorrogação de mandatos não está sendo cogitada na Corte, porque violaria a Constituição Federal.

“A ideia de prorrogação de mandatos dos atuais prefeitos e vereadores até 2022 não me parece boa. Do ponto de vista da democracia, a prorrogação frauda o mandato dado pelo eleitor, que era de quatro anos, e priva esse mesmo eleitor do direito de votar pela renovação dos dirigentes municipais. Se for inevitável adiar as eleições, o ideal é que elas sejam ainda este ano, para que não seja necessária a prorrogação de mandatos dos atuais prefeitos e vereadores”, declarou.

 

Fonte: Bahia.ba

Entrevistas
Vem aí uma série de entrevistas com personalidades do nosso Recôncavo
Mídia TV
Loteamento Paraguassu Residence - Cabaceiras do Paraguaçu
Mural de Recados
Tarsila escreveu para Joseane
"Vdd eu tbm eu quero saber tbm de todas as notícias desses anos que esta acontecendo muitas coisas ai è bom saber das coisas primeiro..."
Joseane Bonfim escreveu para Anderson Bella
"Ola, tudo bem? Sou Joseane Bonfim e estou fazendo uma pesquisa sobre os blogs da região de SAJ, o Midia Reconcavo se encaixa na categoria de Blog?"
Podcast
Áudio que circula nas redes sociais diz que a Barragem Pedra do Cavalo não está segura; Votorantim Energia desmente.
Um áudio que vem circulando nas redes sociais vem preocupando os moradores da região. Segundo uma mulher, que não teve a identidade revelada, a UHE Pedra do Cavalo está toda estralada.