Mídia Recôncavo | Com Anderson Bella
Recôncavo, Quinta , 23 de Fevereiro de 2017
Enquete
Entre Aspas
Não tenho dúvidas de que vamos vencer as eleições em 2014
  Disse Rui Costa, durante solenidade para indicação do seu nome como candidato do PT à sucessão estadual.  

 O governo federal encaminhou nesta quinta-feira (23) ao Congresso Nacional o projeto de lei que cria o regime de recuperação fiscal para estados e o Distrito Federal. O despacho assinado pelo presidente Michel Temer foi publicado na edição desta quinta do Diário Oficial da União. Na publicação, entretanto, Temer não detalha os dispositivos da proposta. Segundo o Ministério da Fazenda, o projeto estabelece a suspensão do pagamento das dívidas dos estados com a União, em troca de contrapartidas que devem ser tomadas pelos governos locais, como a privatização de empresas estaduais. A Câmara dos Deputados havia aprovado em dezembro um projeto de recuperação fiscal dos estados, mas as contrapartidas foram retiradas do texto. Diante disso, o governo decidiu enviar uma nova proposta. O projeto de recuperação fiscal é considerado como muito importante para salvar estados em grave situação financeira, como o Rio de Janeiro e o Rio Grande do Sul, com dificuldades de honrar o pagamento dos salários dos servidores, além de outros compromissos. A unidades da federação já manifestaram interesse em aderir ao programa.

 O Vitória engatou o quinto triunfo seguido no Novo Basquete Brasil (NBB). A vítima desta vez foi o Campo Mourão-PR. Em duelo disputado nesta quarta-feira (22), o Rubro-negro venceu por 86 a 79, no Ginásio Poliesportivo de Cajazeiras, em Salvador. Arthur Belchor foi o cestinha do Leão ao anotar 17 pontos.  Com o triunfo, o time comandado pelo técnico Régis Marrelli continua na quarta colocação, agora com 70% de aproveitamento. O próximo compromisso do Vitória é contra o Mogi, sábado (25), às 14h, novamente dentro de casa.

 Os portais de revista criados no ano passado pela Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA) serão novamente utilizados no Carnaval 2017 de Salvador. E segundo o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Anselmo Brandão, ninguém terá privilégios na entrada da folia. “Todo mundo que entrar no carnaval neste ano será abordado’, seja com a abordagem rápida ou com a minuciosa. Esperamos que com isso possamos diminuir o acesso com armas e armas brancas. No ano passado isso contribuiu bastante para a redução das ocorrências”, explicou ao Bahia Notícias. De acordo com Brandão, serão 50 pontos de abordagem – 46 postos e 4 portais – no circuito Dodô. “O portal de abordagem foi a grande ferramenta que nós descobrimos no ano passado e neste ano nós vamos reforçar mais ainda. Vamos cobrir todos os acessos”, afirmou. Mas essa cobertura não inclui as festas que ocorrerão nos bairros da capital. “É uma festa mais familiar, mais próxima e tem muitos acessos”, justificou o coronel.

 O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anulou na noite de quarta-feira uma norma proclamada por Barack Obama para que as escolas públicas do país permitissem aos alunos transexuais usar os banheiros e vestiários que prefiram em função do gênero com o qual se identifiquem.

 

Os departamentos de Justiça e de Educação disseram em uma carta enviada às escolas de todo o país que a orientação de Obama causou na época um pico em ações judiciais sobre como a orientação deve ser aplicada.

 

Agora cabe aos estados e distritos escolares interpretarem a decisão e determinar se os estudantes possam ter acesso ao banheiro que quiserem ou apenas o determinado pelo seu sexo biológico.

"Esta é a melhor maneira de se resolver a questão, no nível estadual e local", disse o secretário Betsy DeVos. "Escolas, comunidades e famílias podem se encontrar e em muitos casos encontrarem soluções que protejam todos os alunos", acrescentou.

 O triunfo e a liderança do Campeonato Baiano escaparam pelos dedos do Bahia na noite desta quarta-feira. Com um a mais desde o início do segundo tempo, o Tricolor controlou a partida com a marcha reduzida, mas não evitou o empate em 1 a 1 com o Fluminense de Feira, com gol nos acréscimos do segundo tempo. Éder, pelo Tricolor da capital baiana, e Rogério, pelo Touro do Sertão, marcaram os gols da partida, que contou com 5.654 pagantes, para uma renda de R$ 171.830,00.

 "Já é carnaval, cidade". O decreto foi dado na noite desta quarta-feira (22) pelo prefeito ACM Neto ao entregar simbolicamente a chave de Salvador para o Rei Momo Alan Nery. O ato, que marca oficialmente o início do carnaval na capital baiana, ocorreu na Praça Municipal, por volta das 20h40.

A entrega das chaves da cidade ocorreu logo após o fim do desfile de blocos afro que saiu do Terreiro de Jesus, no Pelourinho, por volta das 18h30. Os blocos chegaram à Praça Municipal, onde uma orquestra formada por quatro maestros já comandava a folia para centenas de foliões.

O prefeito ACM Neto destacou que o carnaval desse ano terá o maior número de atrações sem cordas dos últimos tempos. "Serão mais de 300 atrações para fazer a maior festa de rua", contou. Ele também falou sobre o 'Arrastão da Meia-Noite', novidade do carnaval desse ano, que acontecerá na noite de terça-feira (28). No Arrastão, o cantor Carlinhos Brown vai puxar um trio sem cordas no circuito Dodô (Barra-Ondina), que deve iniciar o percurso por volta da meia-noite.

Durante a cerimônia, o governador Rui Costa também destacou a programação do carnaval para os foliões pipoca e aproveitou para pedir paz nos circuitos da festa. "Esperamos muita alegria e muita paz. O pedido do governador é que você saia de casa com o espírito da dança, da música. O espírito de namorar, de paquerar, mas o espírito da paz. Dê ao outro o que você espera receber", disse.

 O ex-governador de São Paulo, José Serra (PSDB), pediu demissão do cargo de ministro das Relações Exteriores do governo Temer. Ele entregou nesta quarta-feira (22) a carta que pede a sua exoneração das funções no primeiro escalão do Planalto. O motivo, segundo o Jornal Nacional, é de doença. 

 Em uma partida que teve atuação irregular, o Vitória garantiu, na noite desta quarta-feira (22), a passagem para a terceira fase da Copa do Brasil. O Leão superou o Bragantino pelo placar de 3 a 2, em confronto único que foi realizado no Barradão e reservou muitas emoções para os torcedores que foram ao santuário rubro-negro, onde André Lima, Cleiton Xavier e Fred marcaram para garantir o time de Argel vivo na competição nacional.

 O presidente Michel Temer exonerou Alexandre de Moraes do Ministério da Justiça e o nomeou para o Supremo Tribunal Federal (STF).

 
A nomeação foi oficializada em edição extra do Diário Oficial da União, publicada na tarde desta quarta (22), apenas quatro horas depois da aprovação de seu nome pelo Senado, por 55 votos a favor e 13 contra.
 
A posse de Moraes foi marcada para 22 de março –o prazo é de até 30 dias após a nomeação ser publicada no Diário Oficial da União.
 
O novo ministro ocupará a vaga de Teori Zavascki, morto em acidente aéreo em 19 de janeiro.
 
Na terça (21), o nome dele havia sido aprovado por 19 votos a 7 na CCJ (Comissão de Constituição e Justiça), após 11 horas e meia de uma repetitiva sabatina.
Filiado ao PSDB até o momento em que foi indicado por Temer para a vaga, Moraes foi secretário da Segurança Pública de São Paulo.
 
Ele será revisor na Corte dos processos relacionados à Operação Lava Jato, que tem como alvos alguns dos senadores que o aprovaram nesta manhã, caciques do partido ao qual era filiado e integrantes do governo do qual fez parte até a indicação.
 
Para a oposição, Temer indicou Moraes ao STF justamente para blindar o governo da investigação.
 
Ele negou reiteradas vezes que suas relações anteriores influenciarão seu comportamento como ministro da Suprema Corte.
 
Moraes negou que haja um "desmonte" da operação, que tem como alvo 9 dos 51 senadores que integram a CCJ, e disse que os delegados que deixaram a força-tarefa da operação o fizeram por vontade própria.

 A Odebrecht relatou o pagamento de R$ 2,5 milhões de caixa dois para a campanha de 2014 do deputado federal Andrés Sanchez (PT-SP), eleito naquele ano.

 
O ex-presidente do Corinthians e responsável pela construção do estádio do time, na zona leste de São Paulo, teve 169.658 votos.
 
A informação consta nos acordos de delação premiada do ex-diretor-superintendente Luiz Bueno e do ex-presidente de Infraestrutura do grupo baiano, Benedito Júnior, o BJ. Os dois estão entre os 77 executivos da empreiteira que fecharam colaboração com a Lava Jato.
 
André Luiz de Oliveira, o André Negão, vice-presidente do clube alvinegro e assessor parlamentar de Sanchez, é apontado como o responsável por ter recebido o dinheiro, pago em espécie. Ambos negam irregularidades.
 
Oliveira foi alvo de condução coercitiva em março do ano passado em uma das fases da Lava Jato, após aparecer numa planilha do setor de operações estruturadas da Odebrecht, área responsável por pagamentos ilícitos.
 
Na documento, as citações 'Timão' e 'Alface' apareceram ligadas a um endereço na zona leste de São Paulo, identificado pela Polícia Federal como a residência de André Negão. Havia também um lembrete de um pagamento de R$ 500 mil a ser liquidado na data de 23 de outubro de 2014. A eleição para deputado federal aconteceu no dia 5 de outubro daquele ano.
 
Oliveira chegou a ser preso na ocasião da busca e apreensão porque os policiais federais encontraram uma arma de fogo sem licença em sua casa. Ele foi liberado após pagar fiança de R$ 5.000.
Segundo a Folha apurou, a empreiteira apresentou documentos que comprovam o repasse de R$ 2,5 milhões.
 
A Odebrecht foi a responsável pela construção da arena do Corinthians. Sanchez presidiu o clube entre 2007 e 2011. A construção do estádio, que ficou pronto em 2014 e sediou jogos da Copa do Mundo do Brasil, começou no último ano de mandato do dirigente. Sanchez também foi diretor de seleções da CBF entre 2011 e 2012.
 
BJ e Bueno eram os executivos ligados diretamente às obras da arena. Também eram os funcionários da Odebrecht mais próximos ao ex-presidente Sanchez.
 
Corintiano, BJ frequentava os camarotes de jogos do clube, inclusive no período em que negociava sua delação. No depoimento aos procuradores, disse saber do caixa dois para o deputado.
 
Bueno, no entanto, foi quem detalhou a transação ao Ministério Público Federal. Depois da eleição, o executivo costumava viajar a Brasília, onde tinha conversas reservadas com o parlamentar em seu gabinete, na Câmara.
 
Sanchez declarou ter recebido em sua campanha R$ 2,1 milhões, segundo dados do TSE (Tribunal Superior Eleitoral). A única empreiteira que aparece como doadora oficial é a UTC Engenharia, outro alvo da Lava Jato, com valor de R$ 100 mil.
 
ARENA NA LAVA JATO
 
Na delação, a Odebrecht diz que não houve pagamento de propina para construir o estádio do Corinthians.
 
Os detalhes estão no depoimento do sócio majoritário do grupo, Emílio Odebrecht, que esclareceu que a empresa construiu a arena para agradar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.
 
Alexandrino Alencar, ex-diretor de Relações Institucionais da empresa, chamado de "amigão do peito" por Sanchez, foi um dos responsáveis por viabilizar o projeto, ajudando em conversas com o ex-presidente Lula, segundo um livro publicado pelo corintiano.
 
Em sua delação, no entanto, Alencar não faz nenhuma revelação sobre a negociação do estádio.
 
OUTRO LADO
 
O deputado federal Andrés Sanchez (PT-SP) nega que tenha recebido qualquer recurso da Odebrecht para sua campanha em 2014.
 
Segundo o advogado João dos Santos Gomes Filho, "não há qualquer delação direta contra Andrés Navarro Sanches". Em resposta à Folha, ele diz que André Luiz de Oliveira, o André Negão, apontado como responsável por receber o dinheiro em espécie, "já se manifestou sobre o tema, esclarecendo que nunca pediu ou recebeu qualquer valor ou vantagem de qualquer natureza em favor ou em nome de Andrés Sanches".
 
A defesa de do ex-presidente do Corinthians reitera que André Negão deu tais declarações em seu depoimento à Polícia Federal, na sua condução coercitiva, em março do ano passado. Ele foi conduzido durante a Operação Xepa, 26ª fase da Lava Jato.
 
O criminalista diz ainda que a delação está "acobertada sob o manto do segredo de justiça" e que como parte da defesa se obriga a respeitar tal decisão.
Procurado, André Negão diz que "nunca recebeu qualquer valor da Odebrecht".
 
Ele afirma que não teve acesso aos depoimentos dos delatores e por isso "não se julga no direito de comentar tal suposição".
 
A Odebrecht, por meio de nota, "reafirma seu compromisso de colaborar com as autoridades. A empresa está implantando as melhores práticas de compliance, baseadas na ética, transparência e integridade". 

 Na noite desta quarta-feira (22), uma menina de 10 anos foi baleada na cabeça no bairro de Marechal Rondon, em Salvador. Segundo a polícia, a vítima foi baleada durante uma troca de tiros entre traficantes na região do fim de linha do bairro.

 
A polícia informou ainda que a garota saía de uma igreja com a mãe quando foi atingida. A menina foi socorrida para o Hospital do Subúrbio. Não há informações do estado de saúde dela. O caso será investigado pela Polícia Civil. Ninguém foi preso.
Filho postou imagem com o primeiro dia de aula da mãe Arquivo Pessoal

 Um jovem acompanhou a mãe no primeiro dia de aula dela em Manguinhos, no Rio de Janeiro. Ele postou uma foto do momento em que ela começava a estudar na escola municipal e a história viralizou em poucos dias. A postagem, do dia 14 de fevereiro, já tem mais de 60 mil curtidas e está emocionando os internautas.

O jovem aprendiz do Metrô do Rio, Vanderson Nascimento, publicou o diálogo que teve com Dona Marília, que tem 52 anos e estudou até a segunda série do primário. Na conversa, ela pede que o filho a acompanhe.

O jovem afirmou que a mãe sempre foi um grande exemplo para ele, mas que não pode estudar o tanto quanto gostaria porque tinha que trabalhar. Porém, ela sempre comentava com os filhos para eles não deixarem de estudar.

Recentemente, Vanderson viu a história de uma senhora de 80 anos que tinha voltado a estudar. Foi o “empurrãozinho” que ela precisava para também dizer que queria estudar. Foi aí que o filho inscreveu a mãe na escola. Agora, ela fica realizada com os estudos.

 A juíza Pamela K. Chan, do Tribunal Federal do Brooklyn, recusou um pedido feito pela defesa do ex-presidente da CBF, José Maria Marin, 84 anos, que está preso nos Estados Unidos desde 2015. Advogados do cartola tentavam anular uma das acusações contra ele, a de conspiração com demais dirigentes da Fifa.

Procurada pela reportagem, a defesa de Marin não quis se pronunciar. O cartola segue com as mesmas acusações pelas autoridades dos EUA, de participar de esquema de corrupção da Fifa. Ele teria cobrado propina na negociação de contratos da CBF. O cartola nega que tenha feito parte do esquema de corrupção de dirigentes da Fifa e de federações filiadas.

Marin foi preso em Zurique em 27 de maio de 2015. Cinco meses depois, foi extraditado para os EUA. Desde então, aguarda por seu julgamento em prisão domiciliar, no seu apartamento em Nova York. O início do júri do brasileiro e de outros dirigentes presos está marcado para novembro de 2017.

Os advogado de Marin ainda tentam por meio de um recurso que ele seja julgado isoladamente de outros dirigentes do futebol, também acusados pelas autoridades dos EUA. A defesa de Marin argumenta que um julgamento em conjunto poderia prejudicar o cartola brasileiro.

A juíza norte-americana também recusou na última semana o recurso apresentado por Juan Angel Napout, ex-presidente da Conmebol. A defesa do cartola paraguaio queria que fossem derrubadas todas acusações que pesam contra ele. 

Aprovado na Câmara, novo documento segue para o Senado (Foto: Divulgação)

 A Câmara dos Deputados aprovou na tarde desta terça-feira (21) o projeto de lei que determina a criação de um documento único contendo dados biométricos e civis, como RG, Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e título de eleitor.

A Identificação Civil Nacional utilizará a base de dados biométricos da Justiça Eleitoral, do Sistema Nacional de Informações de Registro Civil e dos Institutos de Identificação dos Estados e do Distrito Federal.

 

O projeto de lei 1775/15, apresentado pelo Governo Federal e pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), tramitava na Câmara desde 2015 e agora segue para o Senado. 

 Pode separar as fantasias, abadás e balangandãs porque agora é oficial: já é Carnaval em Salvador. Para os amantes da folia que não querem perder nenhum dia de festa, o destino é a Barra. A programação em um dos bairros mais carnavalescos da cidade começa a partir das 16h. 

O Circuito Sérgio Bezerra, como é conhecido o trajeto do Farol da Barra até o Cristo, terá o desfile de 26 bandas de percussão e sopro. Uma dessas bandinhas é a famosa Habeas Copos, liderada pelo empresário que dá nome ao circuito. “Ser ícone em relação às fanfarras, ter ficado na resistência, mesmo com os grandes blocos de trios,  e ter conseguido criar um circuito que leva meu nome me faz muito honrado”, afirma Bezerra. Essa será a segunda apresentação das fanfarras, que fizeram a primeira edição do desfile este ano na sexta-feira (17).  

Em 2017, o homenageado pela banda é Bel Borba. O artista plástico, que completou 60 anos no dia 23 de janeiro, se disse lisonjeado. “Eu não comemorei meu aniversário, mas recebi uma homenagem linda dessas. Estou lisonjeadíssimo, porque eu adoro esse formato de banda. Não desfazendo dos trios elétricos e das guitarras, mas eu amo esse formato de fanfarra. Tem outra energia, é uma coisa mais quente, mais gostosa”, disse em entrevista ao CORREIO.

Bel Borba é soteropolitano e tem 52 anos de carreira. Artista desde os 8  anos de idade, ele é presença garantida na folia. “Estarei lá, claro. É lindo ver as pessoas com a camisa com minha cara estampada. A Bahia está mudando o formato do Carnaval. Saiu de uma direção só e voltou ao sentido original da festa, de extravasar, de viver uma festa de música, de alegria”, completou.

Além do Habeas Copos, se apresentarão as bandas de fanfarra Xupisco, Alerta Geral, Gravata Doida, Redução de Danos (Social), Concentra + Não sai, Quero Mais, Pinguço, Cachasamba, Intregramed, As Moças, As Piriquitas, Soagentê, Liga da Justiça, Alvará de Soltura, 100 Comentários, Bloco do Caldo, Come Lixo, Jegue Enfeitado/Cerveja e Pimba, Esquenta, Oxxi, Arquiloucura, Pata de Onça, Jusbarril, UsΠ e A Barca Tricolor, que homenageia o Esporte Clube Bahia.

 As cidades de Muritiba e São Felix localizadas no Recôncavo baiano sofreu mais um apagão no momentâneo, o último tinha ocorrido em Outubro do ano anterior. O blackout ocorreu por volta das 18h20 desta terça-feira(21) nas duas cidades, chegando afetar toda estrutura dos municípios. O motivo não foi informado pela empresa que administra o sistema elétrico nas cidades. Todavia acredita-se que a motivação ocorreu após uma pane na subestação que consequentemente provocou o apagão.

Fonte: Voz da Bahia

 A Receita Federal libera nesta quinta-feira (23) para os contribuintes o "download" do programa gerador do Imposto de Renda 2017, referente ao ano-base 2016, mas a temporada de entrega das declarações começa somente depois do carnaval, em 2 de março, e se estende até 28 de abril. Instrução normativa com as regras do IR foi publicada no "Diário Oficial da União" desta quarta-feira (22).

Os contribuintes que enviarem a declaração no início do prazo, sem erros, omissões ou inconsistências, também recebem mais cedo as restituições do Imposto de Renda – caso tenham direito a ela. Idosos, portadores de doença grave e deficientes físicos ou mentais têm prioridade. As restituições começam a ser pagas em junho de cada ano pelo governo e seguem até dezembro, geralmente em sete lotes.

Se o contribuinte entregar depois do prazo ou se não declarar, caso seja obrigado, a multa terá valor mínimo de R$ 165,74 e valor máximo correspondente a 20% do imposto devido.

De acordo com a Receita Federal, deverá declarar, neste ano, o contribuinte que recebeu rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70 em 2016. O valor subiu 1,54% em relação ao ano passado, quando somou R$ 28.123,91 (relativos ao ano-base 2015), embora a tabela do Imposto de Renda não tenha sido corrigida em 2016.

A opção pelo desconto simplificado, segundo o Fisco, implica a substituição de todas as deduções admitidas na legislação tributária, à dedução de 20% do valor dos rendimentos tributáveis, limitado a R$ 16.754,34 - mesmo valor da declaração do ano passado.

 

 

 Especulado para assumir a Secretaria de Agricultura (Seagri), o deputado federal Félix Mendonça Jr. se esquivou ao ser perguntado pelo Bocão News se tomaria posse na pasta. 

 
“Não sei, vou me reunir após o carnaval com o governador para debater os espaços do PDT”, limitou-se a dizer. 
 
Em reservado, fontes do governo afirmam que o convite não partiu do governador, mas sim de agente político próximo a ele. 
 
Caso Félix aceite, Vitor volta para a Assembleia o Ângelo Almeida (PSB) deixa a cadeira que acabou de sentar no parlamento. Já na Câmara dos Deputados quem sobe é Emiliano José (PT), o quarto suplente da coligação. Fernando Torres (PSD), primeiro suplente, ganhou o mandato após a eleição de Moema Gramacho para prefeitura de Lauro de Freitas.
 
Torres assumiu a Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedur). Dando lugar para Robinson Almeida (PT), terceiro suplente. Davidson Magalhães (PCdoB), segundo suplente da coligação, já estava tocando mandato por conta da nomeação de Josias Gomes na pasta de Relações Institucionais.
 
Emiliano acaba de assumir a superintendência de Apoio e Defesa aos Direitos Humanos, da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social. A nomeação foi feita no último dia 15. Se por conta disso ele não aceite assumir, o próximo da lista é o ex-deputado estadual Yulo Oiticica (PT).

 Após mais de 11 horas de sabatina, com perguntas de 40 senadores, a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado aprovou há pouco, por 19 votos a favor e 7 contrários, a indicação de Alexandre de Moraes, 48 anos, para ocupar vaga no Supremo Tribunal Federal (STF). A indicação ainda precisa ser votada pelo plenário da Casa, em sessão marcada para esta quarta-feira (22).

 
Indicado pelo presidente Michel Temer para o lugar do ministro Teori Zavaski, morto na queda de um avião em janeiro, Moraes falou sobre o chamado ativismo judicial, que é quando o Judiciário se antecipa ao Poder Legislativo e regulamenta temas que não foi abordado pelo Congresso,  como casamento gay e mudanças no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). Questionado sobre aborto, o indicado preferiu não emitir opinião, porque disse que poderá ser chamado a se manifestar sobre isso em ação corrente no Supremo, o que significaria antecipação de voto.
 
A sabatina começou por volta das 10h com diversas questões de ordem da oposição pedindo o adiamento da reunião. O presidente do colegiado, senador Edison Lobão (PMDB-MA), negou todas. Ministro licenciado da Justiça, Moraes chegou ao Senado acompanhado da esposa e negou que tenha advogado para uma organização criminosa de São Paulo.
 
Moraes negou também que tenha plagiado sua tese de pós-doutorado de um jurista espanhol e promoteu declarar-se impedido em ações que envolvam o  escritório de advocacia da mulher. Sobre sua atuação na Corte Máxima do país, disse que “será independente” e que não considera sua indicação ao Supremo um “agradecimento político”.
 
Sobre o uso de prisões preventivas, Alexandre de Moraes defendeu que as prisões nesses casos devem durar “tempo proporcional” ao crime que a pessoa é acusada. Ele evitou tomar posição sobre o foro privilegiado, mas disse que o mecanismo traz problemas operacionais para a Justiça.
 
O ministro licenciado da Justiça defendeu ainda a regulamentação do poder de investigação do Ministério Público e a mudança da Lei Orgânica Nacional da Magistratura para possibilitar penas mais severas a juízes condenados por atos ilícitos.
 
A senadora Gleisi Hoffmann se declarou impedida de votar por ser ré na Operação Lava Jato, que tramita no STF. A intenção, segundo a senadora, era que outros parlamentares investigados também se abstivessem, o que não ocorreu.
 
Para ter a nomeação aprovada, Alexandre de Moraes precisa ter, no mínimo, os votos favoráveis de 41 dos 81 senadores no plenário do Senado, em votação que deve ocorrer amanhã em sessão extraordinária convocada para as 11h desta quarta-feira.

 Os estados e municípios brasileiros recebem hoje (22), em suas contas-correntes, a parcela do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) relativa a fevereiro. Do total de R$ 918,97 milhões repassados, R$ 91,89 milhões (10% do total) devem ser destinados à complementação do pagamento do piso do magistério.

 
Os estados que vão receber a complementação são Alagoas, Amazonas, Bahia, Ceará, Maranhão, Pará, Paraíba, Pernambuco e Piauí. De acordo com a lei, a União repassa a complementação aos estados e municípios que não alcançam, com a própria arrecadação, o valor mínimo nacional por aluno estabelecido a cada ano. Em 2017, esse valor é de R$ 2.875,03.
 
O Fundeb é formado, quase totalmente, por recursos provenientes de percentuais de tributos, como o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) e o Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), e transferências vinculadas à educação. Além desses recursos locais, ainda compõe o Fundeb, a título de complementação, uma parcela de recursos federais.
 
Os recursos do fundo, repassados aos estados e municípios, devem ser aplicados na remuneração de profissionais do magistério em efetivo exercício, como professores, diretores e orientadores educacionais. A verba também pode ser aplicada em despesas de manutenção e desenvolvimento do ensino, compreendendo, entre outras ações, a aquisição de equipamentos e a construção de escolas.

 Em coletiva de imprensa para falar sobre a segurança no Carnaval de Salvador, o governador Rui Costa criticou o dia extra acrescentado à folia na capital baiana. Segundo o petista, o montante de R$ 43 milhões investidos na Operação Carnaval não abrangem o extra, que acontece nesta terça-feira (21), no Farol da Barra, em evento promovido pela patrocinadora da festa, a cervejaria Skol.

"O Carnaval, como todo grande evento, é planejado com meses de antecedência, inclusive a segurança. Não podemos ficar alterando dez dias antes do evento, precisamos nos tornar mais profissionais", declarou.

Questionado sobre o assunto, o secretário de Segurança, Mauricio Barbosa, ressaltou que o dia extra será mantido pela  "prefeitura com o patrocínio privado. Vamos torcer para que saia como foi planejado".

 O secretário de Segurança Pública da Bahia, Maurício Barbosa, disse que o caso da agressão de um policial militar a um folião na Barra, durante o Furdunço, é preocupante. 

Em entrevista ao apresentador Zé Eduardo, na Metrópole FM, na manhã desta terça-feira (21), o titular da SSP afirmou que não é esta a imagem que quer ver da Polícia Militar.

As imagens mostram um policial agredindo, com um cone, um rapaz na orla da Barra. 

"Eu vi esse vídeo ontem à noite e de fato nos preocupa. Até porque não é essa a imagem da polícia que a gente quer que fique. É óbvio que fazer uma festa e achar que um ou outro não cometa um excesso, de fato, isso não existe. Até pelo nível de estresse que o policial fica durante oito horas ininterruptas trabalhando com o calor, com ação extrema de pessoas querendo praticar desordem, som muito alto, mas nada disso justifica a agressão", disse o secretário.

"Se as pessoas estavam brigando, que prendesse estas pessoas, conduzisse ou pelo menos apartasse, fizesse a ordem ser restabelecida. Mas não agir daquela forma", afirmou.

 O ministro da Justiça licenciado Alexandre de Moraes será sabatinado nesta terça-feira (21) pelos senadores membros da CCJ (Comissão de Constituição e Justiça). Moraes foi indicado pelo presidente Michel Temer para a vaga de Teori Zavascki no STF (Supremo Tribunal Federal). 

Para a sua indicação ser aprovada, além da sabatina e da aprovação na comissão, seu nome precisa ser referendado pelo plenário do Senado, em votação que deve acontecer possivelmente nesta quarta-feira (22), mas pode ocorrer ainda hoje. 

Dos 27 membros efetivos da CCJ, cinco são investigados no âmbito da Lava Jato na Suprema Corte, incluindo o presidente da comissão, Edison Lobão (PMDB-MA). Entre os suplentes há outros quatro investigados.

 Presidentes e representantes dos 20 clubes da Série A do Campeonato Brasileiro estiveram reunidos, na tarde desta segunda-feira (20), na sede da CBF, no Rio de Janeiro (RJ), para o Conselho Técnico do Campeonato Brasileiro 2017. No encontro, que teve o diálogo conduzido pelo presidente Marco Polo Del Nero, ficaram acordadas mudanças no regulamento da competição com relação à competição do ano passado. As principais mudanças do Campeonato Brasileiro 2017 estão relacionadas ao mando de campo, superfície de jogo e protocolo de entrada das equipes. Estas novidades no regulamento da competição foram sugeridas pelos clubes e definidas após votação entre os seus representantes. Os vereditos foram acatados pela CBF. Ficou acordado que não será permitida mais a venda do mando de campo para fora do estado de origem do clube mandante durante toda a competição. No protocolo de entrada das equipes em campo, o limite de crianças permitidas como mascotes no gramado subiu para 44 por clube. No quesito gramado foi acertada uma transição para o período desta competição até a do ano que vem. A partir de 2018, não será permitida mais a realização de jogos da Série A em gramados que não sejam naturais. Na temporada em curso, os clubes que quiserem atuar em campos de superfície sintética terão de abrir o estádio na véspera da partida para que a equipe visitante faça um treino de reconhecimento. A capacidade mínima dos estádios que poderão receber uma partida do Campeonato Brasileiro 2017 caiu para 12 mil lugares. Nesta questão, serão realizadas avaliações qualitativas e minuciosas em particularidades, como gramado, placar, vestiários e cabines de imprensa. 

 Cinco pessoas foram baleadas, das quais uma morreu, por volta das 2h desta terça-feira (21), em uma casa de shows localizada em Periperi. A ocorrência foi confirmada ao bahia.ba pela Central de Polícias (Centel). À reportagem, o órgão relatou que o episódio ocorreu no Rancho do Uga Uga, onde, na noite desta segunda (20), a banda La fúria fez apresentação. Além do grupo, fizeram show no local a Vem Ni Mim e o Preto de Luxo. A Centel informou ainda que as vítimas foram surpreendidas por duas pessoas que efetuaram disparos e fugiram. Após a ação, os feridos foram socorridos ao Hospital do Subúrbio, mas um deles não resistiu. O estado de saúde das quatro pessoas que permanecem internadas na unidade de saúde, contudo, não foi divulgado. A polícia foi ao local, mas não encontrou os suspeitos. O caso está sob investigação do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). O bahia.ba acionou a Polícia Militar (PM), mas não obteve resposta até o fechamento da matéria.

Entrevistas
Entrevista com o Ex-Prefeito de Governador Mangabeira, Antonio Pimentel
Galeria de Fotos
Muritiba: Final do Campeonato Interbairros 2015


Mídia TV
VT Prefeitura de Muritiba: Mais de 250 famílias recebem água no Pernambuco
Mural de Recados
curioso, Governador Manga escreveu para Anderson Bella
" Anderson em nossa cidade a coisa pegou fogo na escolha do presidente da câmara a situação esperava uma coisa e foi outra dai a edil da situação baixou o nível como é peculiar da parte dela afinal é filha da prefeita e acha q todos tem q obedecer a ela mas quebrou a cara . tomara as coisas comecem a mudar em nossa cidade pq parece q n temos governantes. obrigado "
Fã Mangabeira FM 87.9 escreveu para Anderson Bella
"Anderson quando tu vai voltar a fazer seu programa comando geral estou esperando abraço "
Podcast
Duda Macedo, Jorge França e o Ovo
Prefeito Duda Macedo discute ao vivo com radialista